27 acontecimentos que, segundo a ciência, podem provocar Alzheimer

Receba atualizações em tempo real grátis

De acordo com alguns estudos apresentados recentemente na Alzheimer’s Association International Conference há vários acontecimentos no decorrer de nossas vidas que podem provocar o envelhecimento fora do normal de nosso cérebro.

Alguns pesquisadores da Escola de Medicina e Saúde Pública da Universidade de Wisconsin criaram uma lista com mais de 20 ocorrências estressantes que, de uma maneira ou outra, podem ocasionar danos permanentes no cérebro humano.

Além disso, esses eventos estão profundamente ligados ao aparecimento de Alzaheimer e diversas outras patologias que podem causar o envelhecimento precoce do cérebro.

Em qualquer etapa da vida adulta:

Experiências em guerras,
convocação para o exército,
receber apoios sociais,
ter perdas de propriedades ou financeiras,
falência,
prisão,
problemas sérios envolvendo a lei,
agressão sexual,
ataques físicos,
perder a casa em tragédias como incêndios e inundações,
quando o filho sofre um grave acidente,
quando o filho morre,
quando um irmão morre,
quando há problemas com os pais e sogros,
um parceiro infiel,
divórcio dos pais,
morte de um dos pais,
desemprego por um largo espaço de tempo,
despedido,
desistência da universidade.

Em qualquer período da infância e da adolescência

Suspensão ou expulsão da escola,
desistência dos estudos,
pais dependentes químicos,
pais alcoólatras,
pais que não conseguem arrumar emprego,
ter sido mandado para longe de casa,
repetir de ano na escola.

De acordo com informações do Daily Mail, os pesquisadores analisaram dados que envolveram 1320 pessoas com até 58 anos de idade. Os participantes ofereceram informações relevantes sobre acontecimentos que ocorreram com eles e que foram extremamente estressantes. Todos os participantes foram submetidos a testes de cognição e memória.

Mas a lista está gerando muita discussão no meio, pois quase todo mundo já passou por pelo menos um acontecimento citado acima. E você o que acha ?

Doença de Alzheimer

A Doença de Alzheimer é uma enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, quase todas as suas vítimas são pessoas idosas. A doença se apresenta com perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente e à família.

Em um novo estudo publicado no periódico científico Alzheimer’s & Dementia, pesquisadores identificaram no sangue moléculas que podem servir como biomarcadores precoces do risco de Alzheimer. Esperamos que isso de certo !

Receba atualizações em tempo real grátis

Comentários estão fechados.