in

Como é feito o implante capilar ?

Como é feito o implante capilar

A perda de cabelo é uma questão desconfortável tanto para homens como para mulheres, um dos principais fatores que abala a autoestima e a qualidade de vida.

Para entender como acontece a calvície as pessoas que apresentam elevados níveis deste hormônio têm maior risco  e indicam os primeiros sinais, particularmente na região frontal e no alto da cabeça, devido à sensibilidade desses cabelos.

Diferença entre transplante e implante capilar

O  implante capilar é comumente confundido com transplante capilar, entretanto, existe uma diferença entre os dois procedimentos.

O implante é a colocação de fios de cabelo artificiais e pode eventualmente  causar rejeição e pode sempre que necessário efetuar o procedimento.

O transplante capilar é a colocação de cabelo proveniente da própria pessoa em uma região em que não há cabelo, e da mesma forma que o implante, o transplante entre duas pessoas também pode provocar rejeição, não sendo este procedimento indicado.

Como é o implante Capilar

implante capilar

O implante consiste na retirada de folículos capilares saudáveis de uma região da cabeça e sua implantação na área em que há calvície.

A indicação para o procedimento deverá ser feita por um especialista, mas em geral envolve queixa de perda de cabelo.

O implante capilar é pensado após uma série de procedimentos prévios, tais como:  como shampoos, laseres, loções, cremes, entre outros.

Não há restrição de idade mínima para a cirurgia, considera-se os exames efetuados e a região afetada, sendo assim, pacientes jovens podem ser submetidos ao procedimento.

Como é o procedimento ?

Para efetuar o procedimento é importante  que o paciente  passe por uma avaliação com especialista, seja ele um cirurgião plástico ou dermatologista, que irá solicitar exames pré-operatórios, como hemograma completo, para checar a saúde geral.

Algumas técnicas exigem que uma área dos cabelos seja raspada, e a anestesia é uma sedação leve e o paciente fica acordado durante todo o procedimento, e acontece da seguinte forma :

  • Retira-se uma parte de cabelo do próprio paciente da área da nuca;
  • Separa unidades de cabelo a serem implantadas, preservando as raízes capilares, e implanta-se fio a fio nas áreas sem cabelo.

A Recuperação

A recuperação acontece sempre com o acompanhamento médico, após a cirurgia o paciente é liberado para casa e retorna ao consultório ou clínica para a lavagem da cabeça, liberado logo após para atividades do dia a dia com algumas exceções, tais como exercícios físicos e sol.

Embora seja um tratamento lento, devido à velocidade de crescimento do cabelo, os fios devem cair por volta do 15º dia e em três e quatro meses devem começar a crescer novamente e o resultado final da cirurgia só poderá ser observado ao final de primeiro ano.

É importante atentar que procedimentos químicos, como escova progressiva, são contraindicados.

É essencial seguir todas as orientações  médicas no pós-cirúrgico, utilizar medicamentos e produtos para fortalecimento e recuperação dos fios.

Quem não pode fazer o Implante capilar ?

O implante capilar não obtém os resultados almejados quando, o caso da queda de cabelo é a alopecia areata, doença que o próprio organismo destrói os fios, existem doenças em que a queda de cabelo acontece por reações inflamatórias.

Como em todos os procedimentos cirúrgicos, acontece riscos, como sangramento excessivo, infecções bacterianas ou virais, cicatrizes inestéticas e baixo crescimento capilar.

A cirurgia deve ser realizada com médicos especialistas e em clínicas adequadas para este procedimento. Uma consulta ao Conselho Regional de Medicina – CRM é muito importante, para dar credibilidade ao médico escolhido.

Os Custos do Implante Capilar com a Cirurgia

Os custos com a cirurgia depende da complexidade de cada caso e do número de folículos que o paciente precisa e pode variar de R$ 10 mil a R$ 50 mil.

Observe alguns casos que necessitam cuidados, pessoas com histórico clínico de pressão alta, arritmia, infarto ou diabetes, precisam informar o médico sobre doenças que se tenha.

A medicina proporciona técnicas avançadas, com  procedimentos menos invasivos e que possibilita um retorno mais rápido à rotina diária.

Written by Silvia R. Menezes

Formada em administração de Empresas Ênfase em Marketing, Coach, Pós-Graduada em Psicanálise, Especialista em Produção de Conteúdos voltados para empreendedorismo, planejamento e Desenvolvimento Humano. Consultoria em Gestão Corporativa, Marketing e Eventos. Apaixonada pelos mistérios da mente e comportamento Humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Justiça solta 40 rinha de caes

Justiça solta 40 dos 41 presos por participação em rinha de cães em SP

mãe

Mãe de 10 filhos de 5 pais, quer netos para não trabalhar e receber mais benefícios sociais