A

Como identificar depressão na adolescência ?

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Cerca de 300 milhões de pessoas sofrem com depressão no mundo inteiro e a depressão na adolescência é uma realidade que está crescendo. Os dados são da Organização Mundial de Saúde (OMS), que estima também que o suicídio é a segunda maior causa de morte no mundo. A faixa etária que engloba os jovens com idade entre 15 e 29 anos é um destaque. 

Mas o que será que leva os jovens a desenvolverem a doença? Não existe uma fator único para o desencadeamento desta doença. Além da probabilidade genética, fatores socioculturais também podem gerar o risco para que o transtorno apareça. Especialistas na área acreditam que os sintomas de depressão na adolescência podem surgir por conta da pressão que ocorre durante essa fase da vida.  Contudo, cada caso tem suas especificidades e identificar a depressão não é algo tão simples e imediato. Se interessou pelo assunto? Continue lendo esse post e saiba mais.

Depressão é diferente de tristeza

depressão na adolescencia nao e frescura

Todas as pessoas passam por momentos difíceis ao longo da vida e ter momentos de tristeza é algo comum. Contudo, se os sintomas persistem ao longo dos dias e das semanas, isso pode ser um sinal de depressão. Segundo  a Associação Americana de Psiquiatria, um episódio da doença é identificado a partir de uma combinação de sintomas, que podem se repetir por duas semanas seguidas

Como identificar a depressão na adolescência

Conforme a revista American Psychiatric Association existem cinco (ou mais) sintomas que podem caracterizar um episódio de depressão. Esses sintomas podem persistir por vários dias e duram geralmente, no mínimo duas semanas.

– O adolescente apresenta um espírito depressivo na grande parte do dia;
– O adolescente perde o prazer ou o interesse pelas atividades que geralmente desenvolvia ou pelas quais se interessava;
– O adolescente também pode perder o apetite. O contrário, ganhar peso, também ocorre;
– O adolescente apresenta uma recorrência de fadiga e sinais de perda de energia;
– O adolescente tem episódios de insônia ou de hipersônia;
– O adolescente apresenta um sentimento de culpa ou de inutilidade que na maior parte das vezes é extremamente exagerado;
– Há sempre a presença recorrente de pensamentos negativos tais como ideias suicidas, morte ou qualquer coisa que possa prejudicar a própria vida;
– O adolescente começa a perder sua capacidade de concentração e não raro passa a pensar com menos clareza.

Leia em nosso site : Fotos Mostram Que A Depressão Não Tem Rosto

Especialmente na adolescência, esses sintomas podem ser influenciados pela chamada “crise existencial” que acomete algumas pessoas em momentos de transição.  Problemas amorosos, desemprego, dificuldade de inserção social e problemas hormonais também podem ajudar a desencadear a doença.

Sintomas físicos e emocionais

sintomas de depressão adolescente

O isolamento social é um dos principais sintomas da depressão. Se antes o adolescente tinha interesse em muitas atividades e de repente deixa de fazer o que gosta, isso pode ser um indicativo.  A irritabilidade contínua também é um sinal. Além disso, é comum os sintomas da depressão  também se tornem queixas físicas. São exemplos:

  • Dores no corpo;
  • Dores de cabeça constantes;
  • Bruxismo;
  • Gripe crônica.

Neste contexto,  os gatilhos emocionais podem gerar os sintomas físicos. Por isso, observar as emoções e a reação à elas é um caminho interessante.

ATENÇÃO: Vale lembrar que essa lista de sintomas e situações que podem coincidir com a depressão na adolescência não é parâmetro para nenhum diagnóstico. Por isso, se você conhece alguém que está passando por situações semelhantes, é essencial que essa pessoa procure um psicólogo ou psiquiatra. 

É preciso considerar que  depressão é fruto de um conjunto de fatores e há mais de uma forma da doença, também não é possível identificar a depressão na adolescência em um primeiro momento. A observação dos padrões comportamentais ao longo do tempo é que se torna um fator a mais na identificação dos sintomas.

Depressão na adolescência – Cuidados

Para que a depressão seja enfrentada da melhor maneira possível é fundamental que o paciente inicie seu tratamento o quanto antes. Algumas pesquisas apontam que, quando não há um tratamento adequado, os episódios envolvendo a depressão poderão durar cerca de oito meses.

Entretanto, a medicina indica que a doença pode ser mais grave ou mais persistente naqueles adolescentes que apresentam algum tipo de outra patologia psiquiátrica e naqueles que são filhos de pais que também tiveram a doença.

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.