Conheça as 5 pimentas mais ardidas do mundo e veja como usar na cozinha

Se você gosta de pimenta e se acha forte o bastante, talvez você mude de opinião ao ver nossa lista de pimentas mais ardidas do mundo

10.352

A pimenta é usada desde o inicio da nossa civilização, alem de tempero, as pimentas são benéficas para o organismo porque possuem atividades antimicrobiana, anti-inflamatória, anticancerígena, melhoram a digestão, diminuem os níveis de colesterol e, por ter efeito termogênico ajudam a emagrecer.

O princípio ativo da pimenta é a capsaicina. Essa substância apresenta diversas funções que favorecem o nosso organismo, como por exemplo:

É um analgésico natural: a capsaicina promove a liberação de endorfina, um neurotransmissor que tem a capacidade de reduzir ou até inibir os sinais elétricos da dor. Além disso, a endorfina gera sensação de bem-estar e euforia, sendo favorável em períodos de maior estresse e tensão. E previne o envelhecimento precoce e doenças degenerativas: a pimenta apresenta boas quantidades de vitamina A, vitamina C e vitamina E. Tais vitaminas combatem os radicais livres evitando o envelhecimento celular precoce, ou seja, as vitaminas “protegem” as células saudáveis. Portanto previnem doenças como Alzheimer, Parkinson e até câncer.

As 5 pimentas mais ardidas do mundo

Para medir qual é a pimenta mais forte do mundo é utilizada a “Escala de Scoville” (ou “Unidades de Calor Scoville”, na tradução do termo em inglês “Scoville Heat Units” – SHU) é utilizada para medir o grau/nível de ardência e pungência das pimentas.

Para você ter como base a pimenta malagueta tem uma pungência de 60.000 a 100.000 SHU e a pimenta dedo de moça tem uma pungência de 5.000 a 15.000 SHU.

1 – Pepper X ( 3.018.000 SHU)

Pepper X - Pimentas mais forte do mundo

Recentemente um produtor bem conhecido no mundo das pimentas, Ed Currie, que também criou a Carolina Reaper, criou a nova pimenta mais ardida do mundo, e agora é a pimenta mais quente do mundo, segundo seu criador foram precisos dez anos para criar essa potente pimenta.

2 – CAROLINA REAPER (2.200.000 SHU)

CAROLINA REAPER

A CAROLINA REAPER foi classificada como a pimenta mais ardida do mundo pelo Guinness World Records de acordo com testes de 2013, com média de 1.569.300 milhões SHU na escala Scoville, com níveis de pico de mais de 2.200.000 milhões SHU.

Ela também é chamada de “HP22B” (nome científico) é originária de Fort Mill, Carolina do Sul (EUA), criada por Ed Currie, um cultivador de pimentas americano.

Essa pimenta é tão forte, que o uso de luvas são obrigatórias. Se não for devidamente manipulada, pode danificar temporariamente o tecido da pele e olhos. Por isso é a a pimentas mais fortes do mundo.

Ela é fruto do cruzamento entre a pimenta Habanero e a pimenta Naga Bhut Jolokia e desde 2013 é considerada pelo Guinness World Records a pimenta mais forte do mundo

3 – TRINIDAD MORUGA SCORPION (2.009.231 SHU)

trindad

A Trinidad Moruga Scorpion é uma variedade de pimenta da espécie Capsicum chinense natural do distrito de Moruga em Trinidad e Tobago.

4 – 7 POT DOUGLAH (1.853.936 SHU)

7-pot-douglah

A pimenta leva o nome em razão de sua origem, o distrito de Moruga, em Trinidad e Tobago. Segundo o Instituto da Pimenta da Universidade do Estado do Novo México, a pimenta atingiu 2.009.231 unidades na Escala de Calor de Scoville.

Também é conhecida como “7 Pod Douglah” e “Chocolate 7 Pod”, por ser uma pimenta de cor marrom. Além de ser a terceira mais forte do mundo pela escala de Scoville, é considerada uma das que possuem o melhor sabor, você se arisca ?

5 – TRINIDAD SCORPION BUTCH T (1.463.700 SHU)

TRINIDAD SCORPION BUTCH T

A pimenta leva o nome em razão de sua origem, o distrito de Moruga, em Trinidad e Tobago. Segundo o Instituto da Pimenta da Universidade do Estado do Novo México, a pimenta atingiu 2.009.231 unidades na Escala de Calor de Scoville.

Uma pimenta cultivada na cidade de Morisset, cerca de 120 quilômetros ao norte de Sydney, na Austrália, chamada de trinidad scorpion butch T (algo como o escorpião machão de Trinidad), ela leva um ano para estar pronta para a colheita e atinge 1,463 milhão na escala Scoville.

Pimenta e a alimentação

A pimenta possui cores e sabores para decorar e temperar os mais diversos pratos culinários.  Com origem nas Américas, as pimentas ganharam o mundo na época das Grandes Navegações.

Não precisa ter medo de usar pimenta na cozinha. Ela é como a maior parte dos temperos: basta usar a quantidade certa na hora certa, ou seja, no prato certo. Para isso, leve em consideração o grau de ardência de cada pimenta.

Veja as pimentas mais usadas no Brasil :

 

pimenta no brasil

Depois de conhecer as pimentas mais ardidas do mundo, você ainda se acha forte para pimentas ?

Leia em nosso site : Receita de molho de pimenta caseiro

Receba atualizações em tempo real grátis

Comentários