Dieta Vegana para Emagrecer – O que é e como montar um cardápio saudável

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Uma Dieta Vegana para Emagrecer pode lhe ajudar a ter um estilo de vida mais saudável e dentro da balança, garantindo que seu corpo se mantenha bem e forte, mesmo com a ausência de alguns alimentos.

O vegano pode seguir uma dieta para emagrecer? É claro que sim, mas desde que tenha ciência da necessidade de ter uma dieta muito bem equilibrada, buscando fornecer todos os nutrientes para que seu organismo sempre esteja funcionando de forma saudável.

Hoje, vamos falar sobre dicas e formas de você montar a sua Dieta Vegana para Emagrecer. Leia conosco e entenda melhor sobre o assunto!

O que é uma Dieta Vegana para Emagrecer?

Antes de trazermos as dicas reais para sua dieta vegana para emagrecer, é interessante que primeiro entenda realmente do que se trata esse tipo de dieta.

Sobre veganismo bem provavelmente você já ouviu falar, uma forma de se alimentar onde nada do que você come possui origem animal.

O veganismo, para quem não sabe, é diferente do vegetarianismo justamente por essa causa. Enquanto o vegetariano não come somente carne, mas toma o leite que é tirado da vaca, por exemplo, o vegano não consome nada que é produzido por força animal.

Dessa forma, acaba que se tornando uma luta por direitos dos animais, já que você não ajuda a indústria alimentícia a maltratar animais em troca de produtos para mercado.

Uma dieta vegana para emagrecer é justamente o que o nome propõe: uma alimentação organizada para emagrecer, mas sem nenhum alimento de origem animal.

É uma maneira que pessoas veganas encontraram de organizar sua alimentação e ainda sim favorecer sua saúde, principalmente em casos de pessoas que possuem problema com a balança.

O veganismo já não emagrece por natureza?

Mas, por que deveríamos seguir uma dieta vegana, o próprio veganismo já não emagrece de forma natural? A resposta é não.

Muitas pessoas acreditam que simplesmente por serem veganas, já estarão em uma dieta restritiva pela ausência da proteína da carne, seja ela vermelha ou qualquer outro tipo, como frango ou peixe.

Mas não é bem assim, pois a gordura está contida mais no tipo de macronutriente que você consome, e não no alimento em si.

Então, não comer carne ou leite não significa que você vá emagrecer, pois você ainda pode estar consumindo um nível de carboidrato muito alto, como uma pratada de arroz ou massa.

Portanto, não, uma alimentação vegana que não é organizada não necessariamente irá emagrecer.

Casos isolados

Sem contar nos casos isolados, talvez não tão isolados assim, pois estamos falando de pessoas que possuem problemas como hipotireoidismo ou outras doenças que causam obesidade.

Nesses casos em específico, podemos estar falando de pessoas totalmente veganas há anos, mas que ainda sim possuem um sobrepeso que pode causar ainda mais problemas.

Nesses casos, é recomendável que a pessoa possua um acompanhamento médico caso decida ser vegana, e principalmente se deseja seguir uma dieta vegana para emagrecer.

Continue lendo conosco e conheça nossas dicas pra sua dieta!

Cardápio de Dieta Vegana para Emagrecer

Chegamos então à parte principal de nosso conteúdo, onde trazemos um cardápio completo com opções para todas as refeições de um vegano.

Conforme mencionado desde o início, não se trata de um cardápio que somente se limita a causa vegana, mas sim a uma dieta para emagrecer unida ao estilo de vida vegana.

Portanto, recomendamos que siga a mesma com determinação, e caso necessário (na real muito recomendado) visite um nutricionista especialista no assunto.

Leia:

  • Café da manhã: Um copo de suco de maracujá batido com banana, couve, semente de girassol e linhaça + duas fatias de pão integral com manteiga de amendoim e dois damascos secos fatiados;
  • Lanche posterior: Fruta e/ou sementes oleaginosas;
  • Almoço: Feijão com arroz integral ou quinoa, brócolis refogado e purê de batata doce ou abóbora;
  • Lanche da tarde: Granola com leite de amêndoas ou pasta de grão de bico (homus) com torrada integral;
  • Jantar: Salada de folhas verdes com tomate, brotos de alfafa e abacate; lentilhas com arroz;
  • Lanche antes de dormir: Fruta e/ou sementes oleaginosas.

Todos esses são alimentos para emagrecer em uma dieta exclusivamente vegana e saudável.

Atenção à proteína

Como sempre, quando falamos sobre veganismo, precisamos citar o fato da importância do espaço da proteína na sua alimentação.

Não é novidade para o vegano que sua alimentação sem produto de origem animal acaba restringindo a alimentação baseada em proteínas, principalmente pela falta de carne em seu cotidiano.

Dessa forma, é necessário ter um cuidado extremo em relação à quantidade de aminoácidos essenciais que você está consumindo no seu dia a dia, para não deixar o seu organismo sem proteínas.

Um corpo sem a quantidade de proteína diária suficiente pode sofrer danos severos, como doenças graves que podem se estender por toda a vida.

Portanto, novamente ressaltamos a importância da visita até um nutricionista especializado em veganismo, que lhe ajude a montar a sua dieta vegana para emagrecer, com a quantidade correta de proteína em sua alimentação.

Quantidade de proteína necessária

Mas, e quanto de proteína é necessário no cotidiano de uma pessoa comum? Você sabe? Caso seja vegano há pouco tempo, provavelmente não tem ideia.

Isso acontece porque como os não veganos consomem carne quase que diariamente, problemas em relação à ingestão de proteína necessária são quase nulos. Mas, veganos precisam estar atentos à quantidade necessária.

Em suma, a quantidade mínima que o organismo precisa é de 0,8 gramas de proteína por quilo de peso para produzir enzimas e hormônios, reparar danos celulares e manter a massa muscular. Esta demanda aumenta em mulheres grávidas e lactantes, em convalescentes, e também dependendo do nível de atividade física.

Você pode fazer o uso de suplementos vitamínicos para suprir essa falta de proteína em sua dieta vegana para emagrecer, ou então comer a quantidade adequada de alimentos que possuam proteína e não sejam de origem animal.

Recomendação final

A nossa recomendação final é justamente a que já fizemos durante todo o conteúdo: visite um profissional especializado no assunto para lhe ajudar a montar seu cardápio.

Somente dessa forma você estará garantindo que sua saúde esteja em primeiro lugar, ingerindo a quantidade de proteína necessária para evitar problemas futuros, alimentando-se somente com produtos que não possuam origem animal, e ainda de quebra perdendo peso com sua dieta. Deixe sua opinião nos comentários!

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

close