Número de traições e divórcios aumenta por causa do WhatsApp

4

Receba atualizações em tempo real grátis

E aí, você já foi traído hoje? Então fica esperto, porque, de acordo com um estudo divulgado recentemente, 83% das pessoas que cometem traições amorosas utilizam o celular como meio. No Brasil, mais de 80% de todos os celulares registrados, têm o WhatsApp instalado. Segundo uma pesquisa envolvendo 1200 pessoas, 51% dos traidores entram em contato com seu amante através do WhatsApp, Facebook ou Twitter, seguido de SMS (15%), ligações (13,6%), e-mail (9,8%).


Especial : Confira novidades da Natura para essa semana (acesse aqui)

De acordo com Gian Gassani, presidente da Associação de Advogados Matrimoniais da Itália, o WhatsApp é citado entre 40% dos casos de divórcios no país. Em recente entrevista ao New York Times, Gassani disse que as mensagens trocadas pelo aplicativo são listadas em inúmeros processos, como evidências de traição. “Ficou mais fácil a velha ‘puladinha de cerca’ com a ajuda do aplicativo. Há um enorme impulso para a traição causado pela tecnologia”, conclui.

Em dezembro de 2014, um homem na cidade de Mogi das Cruzes (SP), acabou matando sua mulher, com golpes de facão, após ver textos de traição no WhatsApp.

Para Sidval Oliveira, vice-presidente da Comissão de Direito da Família da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), é cada vez mais comum a citação de traição por meio de mensagens instantâneas no celular em processo de divórcio. O primeiro caso de uma traição descoberta pelo computador atendido por Oliveira foi em 2011. Na época, ainda não existia WhatsApp, mas o caso envolvia uma mulher que descobriu troca de mensagens do marido com a amante pelo smartphone. “Foi o fim do casamento. Hoje em dia são muitos os casos de homens ou mulheres que descobrem a traição por causa da tecnologia”, disse.

Alem do fim de um relacionamento, outro risco que a traição pela internet pode causar é a divulgação pública de fotos, vídeos íntimos e mensagens após a descoberta de uma traição, o que pode destruir ainda mais uma família.

As vezes parece que tecnologia aproxima os distantes e distancia os próximos.

Receba atualizações em tempo real grátis

4 Comentários
  1. Alexandre Diz

    Viu??????????????????????

  2. Maria Diz

    As vezes parece que tecnologia aproxima os distantes e distancia os próximos

  3. kabros@FURAOLHO.COM Diz


    Não tem domínio próprio, marioneta todo mundo, troca de mulher igual troca de roupa, é um fraco, inseguro e sem caráter!e sempre tem uma MULHER TROUXA para pegar o que as outras vomitaram.
    Não ama ninguém!

  4. Gabi Diz

    Tem um programa que monitora todos aplicativos de celular muito bom para quem está com desconfiança, chama Bruno Espião

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.