Alguns sinais que o corpo revela estresse no trabalho

Atualmente o estresse tem sido comum no nosso cotidiano, ele pode se manifestar de diversas maneiras no corpo. Segundo alguns especialistas os sintomas podem ser múltiplos e vários órgãos podem ser afetados.

Os mais comuns são queda de cabelos, corrimentos vaginal, ganho de peso, entre outros. Conheça esses e outros sinais que podem indicar que você esteja sofrendo de estresse:

– Alteração no ciclo menstrual

Ausência ou excesso do fluxo menstrual pode indicar estresse.

– Ganho de peso

A ciência já comprovou que o estresse proporciona ganho de peso, isso porque ele altera a saciedade fazendo a pessoa comer mais.

-Insônia

Não conseguir dormir também pode estar associado ao estresse.

– Ansiedade

Impaciência, medo e nervosismo também podem estar relacionado a doença.

– Mancha na pele

É comum pessoas estressadas aparecerem com manchas roxas na pele.

-Dores nos nervos

Normalmente essas dores ocorrem nas costas, pescoço e ombros.

-Memória

O estresse pode afetar a memória.

Esses são alguns sintomas que podem indicar o estresse, havendo algum sinal como esses, procure um médico, ele irá oferecer o tratamento adequado para esses sintomas.

Como enfrentar o estresse do trabalho

A cada dia, mais e mais profissionais estão fartos de seus empregos e da constante pressão de ter que fazer milagres com os recursos cada vez mais limitados.

“Com a situação econômica, e os departamentos tendo que fazer mais com menos, vimos um pequeno aumento no número de profissionais que estão ficando cansados”, observou Rachel Russel, diretor da TEKsystems, fornecedora de soluções e serviços de TI.

“Em alguns casos, eles estão mesmo um pouco ressentidos por causa da quantidade de trabalho que tem que assumir, a fim de manter as luzes acesas em sua organização. Eles estão cansados.”

Russell fala seis dicas para os profissionais deixarem a síndrome de burnout (condição consequente a prolongados níveis de estresse no trabalho), que são :

1 – Pergunte a si mesmo se você está estressado ou simplesmente recebendo um honesto feedback

Todos os funcionários têm um mau dia ou dois, ou três. Mas o ajuste ocasional não é motivo para preocupação. Pelo contrário, é importante determinar se os sentimentos negativos que você está abrigando são uma falha temporária ou uma companheira constante.

“Um indicador é o tempo que o estresse está sendo transportado”, disse Russell.

“Todo mundo passa por momentos de alto estresse, mas é preciso avaliar se é um tipo consistente de ansiedade que o empregado tem vindo a desenvolver dentro da empresa.”

2 – Conheça a ti mesmo:

Goste ou não, existem algumas personalidades que são simplesmente mais suscetíveis a síndrome burnout. Portanto, antes de culpar um gerente ou exigir uma implantação desastrosa de sentimentos de burnout, você deve olhar mais profundamente o seu interior.

“A personalidade de querer agradar, não ser bom em dizer não – essas pessoas tendem a se embebedar”, alertou Russell.

Além disso, pessoas com mais de uma tendência cínica de sua personalidade pode alcançar burnout. Esta falta de positividade pode ser drenada e levada a um rápido esgotamento.”

3 – Explore a sua empresa:

Quando você está sofrendo de esgotamento profissional, é fácil se sentir como se não há escapatória. No entanto, muitas vezes a resposta está bem debaixo do seu nariz.

“É importante que os funcionários conheçam as oportunidades que existem fora do seu grupo e de sua equipe ”, disse Russell.

Dessa forma, eles saberão se as frustrações que eles estão sentindo realmente prevalece em toda a empresa ou somente em seu departamento ou área.

4 – Reacenda sua paixão: 

Quando os profissionais começam a sentir o fim da paixão pelo que fazem e não conseguem pensar em novas maneiras de inovar, ou eles tentaram inovar muitas vezes sem sucesso, então é hora de olhar para outras oportunidades e até mesmo de uma mudança de carreira.

5 – Volte para a escola:

Síndrome de Burnout às vezes pode ser um caso de desenvolvimento estagnado. Por esta razão, Russell recomenda que os profissionais mantenham suas habilidades atualizadas.

“Você tem que ficar apaixonado e sentir que você está aprendendo novas coisas”, disse.

“Há tantos diferentes treinamentos e certificações de aprendizagem por aí – você pode se inscrever em cursos presenciai ou online, apenas mantenha o ritmo e se sinta como sendo uma excelente opção ao empregador.”

6 – Tire uma semana de folga. Sério: 

“Se desligue”, diz Russell. Sem smartphone, sem acessar e-mail corporativo, sem atender ou fazer chamadas telefônicas.

Através da IT Forum

Receba atualizações em tempo real grátis

Comentários