Segundo estudo, quem bebe cerveja ou café tem mais chance de passar dos 90 anos

Receba atualizações em tempo real grátis

O estudo realizado pelo centro de envelhecimento da Universidade da Califórnia, afirma que o consumo moderado de cerveja ou café podem se uma das chaves para viver mais de 90 anos.

Mais de 1600 pessoas foram estudas com testes realizados a cada seis meses, e os cientistas chegaram a conclusão que as pessoas que bebiam quantidades moderadas de álcool ou café viviam mais do que as que se abstinham.

Uma das descobertas do estudo The 90+ Study, coordenado pela neurologista Claudia Kawas, é sobre bebidas alcoólicas. A ingestão de dois copos de cerveja ou vinho aumenta em 18% a chance de se viver mais, em comparação aos participantes abstinentes. Café, quando consumido moderadamente, também eleva, em cerca de 10%, a probabilidade de se passar dos 90 anos. Além disso, quem investe duas horas por dia em um hobby tem as chances de morrer precocemente reduzidas em 21%.

“Não sei explicar, mas acredito de verdade que beber de forma modesta aumenta o tempo de vida”, afirmou Claudia Kawas.

Veja em nosso site:

Fotógrafo mostra como as pessoas mudam quando bebem vinho
Famosos que mudaram hábitos para viver mais e melhor

O estudo também descobriu que idosos com sobrepeso, mas não obesos, apresentam índices de morte precoce 3% menores, quando comparados a indivíduos com peso considerado “normal”.

“Muitos dos estudos relacionados ao consumo de álcool, incluindo o The 90+ Study, são observacionais, então nós só podemos dizer que alguma substância na bebida está associada à saúde e longevidade. Me deixa curiosa saber se os consumidores de álcool e café tem outros hábitos e estilos de vida que poderiam ser a verdadeira chave para a longevidade”, ponderou a nutricionista americana Jennifer Markowitz, ao The Daily Meal.

Receba atualizações em tempo real grátis

Comentários