A

Dengue : Veja como é o tratamento e sinais da doença

Receba atualizações em tempo real grátis

O tratamento da dengue requer bastante repouso e a ingestão de muito líquido, como água, sucos naturais ou chá. No tratamento, também são usados medicamentos anti-térmicos que devem recomendados por um médico, mas antes de tudo é necessário fazer o exame para saber se realmente esta com dengue.

Os principais sintomas da dengue são:

  • Febre alta > 38.5ºC.
  • Dores musculares intensas.
  • Dor ao movimentar os olhos.
  • Mal estar.
  • Falta de apetite.
  • Dor de cabeça.
  • Manchas vermelhas no corpo.

O Ministério da Saúde recomenda o uso de paracetamol para o controle da febre e da dor na suspeita de dengue, nunca ultrapassando o limite de 3 g por dia, porém a toma de qualquer medicamento deve ser aconselhado pelo médico.

O tratamento da dengue deve ser hospitalar no caso de pacientes hipertensos, com insuficiência cardíaca ou que estejam com crise de asma ou diabetes descompensada, mesmo que não se trate de dengue hemorrágica.

sintomas da dengue

É preciso ficar alerta para os quadros mais graves da doença. Se aparecerem sintomas, como dores abdominais fortes e contínuas, vômitos persistentes, tonturas ao levantar, alterações na pressão arterial, fígado e baço dolorosos, vômitos hemorrágicos ou presença de sangue nas fezes, extremidades das mãos e dos pés frias e azuladas, pulso rápido e fino, diminuição súbita da temperatura do corpo, agitação, fraqueza e desconforto respiratório, o doente deve ser levado imediatamente ao médico.

Pacientes com dengue ou suspeita de dengue devem evitar remédios à base de ácido acetil salicílico, pois eles têm um efeito anticoagulante, podem promover sangramentos.

Resumindo: Durante o tratamento da dengue é essencial que o indivíduo descanse e beba muitos líquidos, incluindo o soro caseiro. Mas caso a pessoa apresente sintomas como intensa dor abdominal, vômito persistente, sangue nas fezes ou na urina, deve-se ir ao hospital o mais rápido possível, pois pode ser dengue hemorrágica .

Veja em nosso site : Como Montar Uma Armadilha Para O Mosquito Aedes Aegypti

Formas de tratamento da dengue :

  • fazer repouso;
  • ingerir bastante líquido (água);
  • não tomar medicamentos por conta própria;
  • a hidratação pode ser por via oral (ingestação de líquidos pela boca) ou por via intravenosa (com uso de soro, por exemplo);
  • o tratamento é feito de forma sintomática, sempre de acordo com avaliação do profissional de saúde, conforme cada caso.

Sinais de piora da doença

Se a pessoa esta com a doença e começa a ter pintas na pele é um alerta.

Os sinais de piora da dengue podem surgir em qualquer pessoa e podem incluir vômito, dor abdominal muito forte, palidez e pintinhas na pele. Assim que estes sintomas sejam observados o paciente deve ser levado para o hospital para ser internado.

10 curiosidades sobre a dengue

teste rapido dengue

Milhares de casos registrados por ano

Segundo um novo estudo da Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha, publicado na revista Nature, a doença atinge aproximadamente 390 milhões de pessoas por ano.

No continente americano, são registrados 14% dos casos de dengue no mundo – principalmente no Brasil e no México, que concentram metade de todas as infecções do continente.

dengue no mundo
Mapa da dengue no mundo

O mosquito da dengue pode picar a qualquer momento do dia

Diferente de outros mosquitos transmissores de doenças, o Aedes Aegypti pica durante o dia. e somente a fêmea transmite a doença.

Existem 4 tipos de dengue

São quatro os tipos de dengue: Tipo 1, 2, 3 ou 4, sendo as mais comuns de Tipo 1 ou 2. Aqui no Brasil, o tipo 4 tem feito mais vítimas, pois a taxa de pessoas imunes a ele ainda é pequena, por ser novidade. Há registros de que o tipo 5 do vírus da dengue já foi identificado em alguns locais, mas nenhum trabalho científico ainda foi publicado sobre isso.

Dengue clássica não provoca hemorragia

A diferença entre a dengue hemorrágica e a clássica está no sintoma de hemorragia. Enquanto a clássica não possui este fator, a hemorrágica apresenta sangramentos gastrointestinais e na gengiva.

Os mosquitos voam pouco e baixo

Um Aedes Aegypti não chega a voar nem 200 m do local que ele nasce. Desta forma, se estiver por perto de um, saiba que ele nasceu por ali mesmo.

O Aedes aegypti não consegue voar em alturas mais altas do que 1,5 metros, mas isso não significa que ele não alcance andares mais altos de prédios ou se deslocar para outros bairros ou cidades. Por incrível que pareça, o mosquito pode se locomover “pegando carona” em um ônibus ou carro e até mesmo subir em um elevador.

Ele costuma procurar lugares mais escuros para ficar e, por isso, se esconde muitas vezes em quinas, inclusive de meios de transporte.

Significado do nome Aedes Egypti

O nome Aedes Egypti significa “odioso do Egito”, sendo que Aedes deriva do grego e quer dizer “odioso” e Egypti é do latim.

O mosquito saiu do continente africano em direção às Américas e, mais tarde, alcançou países da costa oeste africana.

O mosquito da dengue foi identificado cientificamente em 1762, quando foi chamado de Culex aegypti, ou seja, mosquito egípcio.

Países tropicais são mais propensos à doença

A dengue é mais comum em países tropicais, pois o clima se torna mais favorável para a reprodução dos mosquitos.

No entanto, estudos recentes já comprovaram que o vetor da dengue também já consegue se reproduzir em países europeu, devido as transformações ambientais que o país vive.

O Aedes Egypti também transmite outras doenças

Além da dengue, o Aedes Egypti pode ser responsável pela febre chikungunya e Zika.

Ovos e poder de sobrevivência

É possível que uma fêmea bote de 150 a 200 ovos de uma única vez. E as larvas do Aedes aegypti conseguem sobreviver por até três meses sem contato com a água. Portanto, além de esvaziar, é preciso limpar os recipientes. De preferência com uma bucha, água e sabão

Dengue somente em humanos

dengue em pessoas

Apesar de conseguir picar outros animais, o Aedes aegypti só transmite o vírus da dengue para humanos. Por isso, não se preocupe: seu cachorro e nem seu gato não vão ter dengue se for picados pelo Aedes.

Receba atualizações em tempo real grátis

1 comentário
  1. llindary Diz

    isso me ajudou muito com meu trabalho de aula valeu! ; )

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.