Cuidado : ostentação nas redes sociais vira prova na Justiça contra ‘caloteiros’

Você sabia que o que você posta nas redes sociais pode virar prova contra você ?

1

Receba atualizações em tempo real grátis

A justiça esta usando fotos e postagens para enquadrar quem alega não poder pagar as contas, mas faz viagens ou troca de carro. Existem casos em que algumas provas foram obtidas no Facebook e no WhatsApp, como um caso que aconteceu em Vitória.

O homem que devia pensão, alegava não ter carteira assinada nem bens em seu nome, mas foi flagrado ostentando viagens internacionais, passeios de lancha e um carro novo no Facebook. As postagens foram apresentadas, e ele acabou fazendo um acordo. O caso foi relatado pelo advogado empresarial Victor Passos Costa, que explicou que esse tipo de prova tem sido cada vez mais usado, especialmente nos casos trabalhistas e de família.

“Há diversos casos nos quais mensagens do Facebook, WhatsApp e Skype são aceitos pelo judiciário como prova. Isso sem falar do e-mail.” Victor Passos, advogado.

Redes sociais são usadas em processos trabalhistas

Trabalhadores que mentem para os superiores ou fingem estar doentes também podem ser pegos pelas redes sociais, e em muitos casos a demissão é sumaria, muitas pessoas pegam atestados médicos falsos para viajarem ou mesmo para passear e são pegos por causa de postagem.

Já tive um caso em que a pessoa que trabalhava em uma empresa de plano odontológico de Vitória deu atestado médico em uma sexta-feira e marcaram ela em uma foto no mesmo dia, com bebida alcoólica na mão. Ela foi demitida”, conta o advogado trabalhista José Carlos Rizk Filho.

Falar mal da empresa nas redes sociais também pode dar problema, várias pesquisas mostram que recrutadores observam cada vez mais o perfil dos candidatos nas redes sociais. Da mesma forma, depois de contratado, é melhor pensar duas vezes antes de reclamar do chefe ou expor os problemas da empresa.

Veja em nossos site :

11 Coisas Que Você Nunca Deve Fazer No Facebook

‘Curtida’ No Facebook Pode Dar Demissão Por Justa Causa

Flagra no WhatsApp

Um trabalhador foi demitido por justa causa, depois de um flagra no WhatsApp, ele não foi trabalhar e pediu para um amigo marcar seu ponto e foi pescar. Durante a pescaria ele postou uma foto no grupo do WhatsApp, o problema é que seu gerente estava no grupo.

Muitas empresas são bem rigorosas com os que costumam postar fotos do local de trabalho. Há casos em que uma pessoa bateu uma foto no banheiro da empresa e postou e isso acarretou no desligamento dela. Às vezes até fotos fora do local de trabalho com o uniforme ou no horário de almoço podem gerar problemas.

Dicas

Um cuidado para quem está procurando emprego, além de apresentar um bom currículo e se sair bem na entrevista o candidato tem que observar o que posta nas redes socais, pois as empresas estão de olho lá também.

Por isso é preciso muito cuidado com o que posta nas redes sociais, lembre-se que muitos posts todos podem ver, inclusive sua empresa ou a sua futura empresa. (com informações da Gazetaonline)

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.