Empresa recicla seu lixo eletrônico e paga por isso

1

Receba atualizações em tempo real grátis

O que fazer com seus gadgets velhos ? A empresa americana EcoATM quer incentivar os consumidores a reciclar seus aparelhos, que provavelmente seria descartado em lixo comum, indo para aterros, em vez disso a empresa descarta de forma correta e você ainda ganha dinheiro. Loucura a EcoAtm, diz que não.

As estações (foto abaixo) dirão identificar visualmente os dispositivos eletrônicos do consumidor, uma vez que é colocado no quiosque, a máquina faz uma inspeção no equipamento e com base nesta avaliação, a máquina oferece ao usuário o preço que pagará pelo item. Se o usuário concorda com o preço, a máquina recolhe o dispositivo e o proprietário é imediatamente pago, o pagamento pode ser em dinheiro, cupons de desconto, ou cartões de vale presente.

O sistema pode demorar alguns minutos (veja abaixo), mas a empresa diz estar trabalhando nisto. Em um ano de testes, , em o usuário digita seu cep, e o tipo de lixo eletrônico que quer destinar corretamente, e a ferramenta associa a plataforma do Google Maps com um Banco de Dados dos postos de coleta de “e-lixo”. Por enquanto a ferramenta só traz dados do estado de São Paulo.

O impacto ambiental de centenas de milhares de computadores, geladeiras, baterias de celulares, incontáveis milhões de CDs e DVDs que são descartados todos os dias é enorme. Não se pode negar os ganhos que a informatização e as telecomunicações agregaram à sociedade nas últimas décadas, mas também não se pode ignorar a emergência de pensar de forma criativa e crítica sobre o impacto do e-lixo na vida cotidiana do planeta.

E na sua cidade, há alguma iniciativa ? Deixe no comentários, pois talvez utilizaremos em uma nova matéria sobre e-lixo!




 

Receba atualizações em tempo real grátis

1 comentário
  1. 2Si Diz

    Parabéns pelo blog!

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.