A

Esta vaga não é sua nem por um minuto!

Receba atualizações em tempo real grátis

De acordo com o Censo 2000, pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida representam 14,5% da população brasileira. É uma parcela grande, mas que precisa levantar a voz para ter seus direitos reconhecidos. Qual a medida para a tolerância e o respeito? Se o respeito é o mínimo necessário para convivermos em sociedade, quanto mais o tivermos, melhor para nós e para os outros. Certo? A regra é aquela: você respeita o que é meu (meu espaço, meus direitos, até as minhas ideias) e eu respeito o que é seu. Quanto melhor preservarmos essa relação, mais fácil fica conviver.

Logicamente, a convivência em sociedade depende de muito mais do que uma simples regra com essa. No entanto, quando nem essa relação é possível, fica difícil imaginar se respeito e tolerância são mesmo possíveis.

O uso indevido de vagas destinadas a pessoas com deficiência em estacionamentos de estabelecimentos resultou no lançamento da campanha “Essa vaga não é sua nem por um minuto

Como a principal desculpa para a ocupação de vagas exclusivas para deficientes e idosos é sempre “vou ficar pouco tempo”, a TheGetz colocou cadeiras de rodas em vagas normais e registrou a reação das pessoas em um estacionamento de Curitiba.
Veja o vídeo :


Parece lógico que essas medidas sejam adotadas e respeitadas, mas nem sempre foi assim. A obrigatoriedade de adaptações de acessibilidade para deficientes é uma realidade que tem pouco mais de dez anos – quando o governo federal promulgou a Lei n.º 10.098, que estabelece normas gerais e critérios para a promoção da acessibilidade no espaço urbano, locais coletivos e nos estabelecimentos comerciais.

Ao que parece, se a regra do mínimo comum – o que vale para mim, vale para você – já é difícil entre pessoas iguais, quando há uma relação de diferença, entre uma pessoa “normal” e um deficiente, por exemplo, ela tende a desaparecer. É o puro descaso.

E você respeita o espaço dos outros?

Siga o MundoConectado no twitter e participe de nossas promoções.

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.