A

Funcionária ajudando deficiente a tomar sorvete comove a internet, conheça a história

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Lawane Rodrigues, de 17 anos, funcionária de uma franquia do McDonald’s protagonizou uma cena emocionante, tudo pelo simples ato de ajudar José Avelino, 49 anos e deficiente, a tomar seu sorvete.

Avelino é uma pessoa com deficiência e tem dificuldades para segurar objetos. A imagem com o gesto de gentileza foi registrada no último domingo (31), em Uberlândia (MG), e já foi compartilhada por mais de 15 mil pessoas pelas redes sociais.

Veja em nosso site : Mãodalinho A Iniciativa Social Que Vem Mudando A Vida De Crianças Com Deficiência

Esse é o primeiro emprego de Lawane Rodrigues, que trabalha há cinco meses em um shopping da cidade,Percebi que ele estava com dificuldades e fui até la ajudá-lo. Não vi que tinha sido fotografada, mas logo depois o rapaz que fez a foto me contou, me abraçou e parabenizou pela atitude.Pensei no meu avô. Não o conheci, mas minha mãe sempre me fala sobre ele e o quanto ele teve dificuldade de se locomover depois de um derrame”, contou Lawane a um famoso portal.

Segundo a adolescente, José Avelino comprou o sorvete e outra funcionária, que dividia o atendimento com ela, entregou o copo nas mãos dele. Em seguida o encaminhou até uma mesa para que ele pudesse tomar sozinho a sobremesa.

“Mesmo assim, eu percebi que ele estava com dificuldades e fui até lá ajudá-lo. Não vi que tinha sido fotografada, mas logo depois o rapaz que fez a foto me contou, me abraçou e parabenizou pela atitude”, contou.

O professor e músico Thiago Ferreira, que publicou a foto na internet, conta que estava descendo a escada rolante do shopping quando viu a cena que o comoveu.

“Eu passei direto porque fiquei constrangido de ficar olhando, mas depois eu voltei e fiquei admirando a atitude da atendente. Só pensei em tirar o telefone do bolso e fazer a foto para servir de exemplo para meus alunos”, revela Ferreira.

Já Avelino também se comoveu é claro, “Eu costumo a passear pelo shopping sozinho. Comprei o sorvete e ela viu que eu estava com dificuldade e se ofereceu para ajudar. Fiquei muito feliz, foi muito bom para mim”, disse.

A fundadora da Associação Comunitária de Apoio à Pessoa Deficiente (Acaped), Maria Pereira, frequentada por José Avelino, disse que, desde que ele viu a foto nas redes sociais, passou a sorrir mais. “Ele está muito contente com a repercussão e acredito que esse é um bom exemplo a ser seguido para que todos ajudem de alguma forma as pessoas com limitações.”

Isso prova cada vez mais que se tudo mundo fazer sua parte, o mundo ficará melhor. Se emocionou ? Compartilhe com os amigos.

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.