A

Leite materno muda para combater doenças do bebê

Receba atualizações em tempo real grátis

Um caso muito peculiar vem chamando atenção nas redes sociais.

Na foto, dois saquinhos de leite materno da mesma mãe mostram coloração diferente, indicando uma alteração na sua composição para combater uma infecção que o bebê sentia.

Entenda porque o leite materno mudou

O caso ocorreu e foi publicado no Facebook pela norte americana Mallory Smothers, em sua postagem, Malory conta que ordenhou o leite mais claro,  durante  a noite, e como de costume, amamentava seu bebê a cada duas horas.

Naquela madrugada, Malory notou que seu bebê estava congestionada, e espirrando muito, sintomas de um resfriado.

No dia seguinte, ao extrair o leite novamente, notou que ele estava com uma coloração mais alaranjada, muito similar ao “super leite”, cheio de anticorpos e leucócitos que se produz durante os primeiros dias após o parto.

A Norte americana ainda cita um estudo científico lançado em 2013, que sugere que as glândulas mamárias da mãe são capazes de interpretar a saliva do bebê, se adaptando e customizando o leite materno para que tenha mais anticorpos e combata a infecção específica.

A foto chamou atenção do pediatra e homeopata Moisés Chencinski, que afirmou que a situação era realmente incrível, mas que necessitava de um estudo mais específico e cuidadoso.

Para Moisés Chencinski, o leite é realmente um alimento vivo, que se adapta ao que for necessário ao bebê, mas ele não pode ser responsabilizado por tudo.

Veja também em nosso site :

 Mitos E Verdades Sobre O Leite Materno

Leite Materno, Fórmula Infantil Ou Leite De Vaca?

Chencinski explica que a imunização leva tempo e não acontece de um dia para outro, assim como a vacina, leva-se tempo para que os anticorpos possam agir no organismo do bebê. “Mesmo que a saliva passe a mensagem para o leite materno e que ele produza os anticorpos necessários, dificilmente é um processo instantâneo, cujo resultado se verifique na hora.” Afirmou.

O pediatra ainda afirma  que “O leite materno até pode conter os anticorpos, mas talvez porque a mãe está ali, convivendo com o bebê, e também pode ter sido infectada pelo vírus. Então, o corpo dela produz os leucócitos que combatem aquela infecção e eles também passam para o leite”.

 

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial