A

Metade dos animais desapareceram da Terra nos últimos 40 anos

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Em 40 anos a população mundial de animais vertebrados diminuiu em 52% e na America do Sul o numero chega a 83%, segundo o relatório bienal “Planeta Vivo”, do Fundo de Natureza Selvagem (WWF). Recentemente o Puma Concolor foi declarado extinto, o animal foi visto pela última vez há quase 77 anos, o Puma Cougar *Puma concolor* oriental era vítima incessante de caçadores e foi completamente eliminado, de acordo com o US Fish and Wildlife Service, assim como o Rinoceronte Negro do Oeste Africano (Diceros bicornis longipes) – extinto em 2011.

De acordo com o documento, publicado no site do WWF, as espécies de água doce sofreram a maior dizimação, sendo 76% menos do que em 1970. As espécies marítimas e terrestres se igualam nesta triste estatística, com 39%. O estudo baseou-se sobre os dados de mais de três mil espécies.

Já em termos de territórios, a América do Sul sofreu a maior redução de biodiversidade, perdendo 83% das espécies existentes, a região da Ásia-Pacífico perdeu 67% das suas espécies. E a Rússia, Europa e África do Norte têm 30% de menos.

“Esta é a queda regional mais profunda, e destaca a intensa pressão à qual estão submetidas as espécies tropicais da América Latina”, declarou à Agência Efe Richard McLellan.

macaco-narigudo

Segundo os autores do documento, a redução drástica da biodiversidade deve-se às taxas de produção, que superam a capacidade do nosso planeta de reproduzir os seus recursos. O WWF chamou este critério de “trilha ecológica”, afirmando que com a produção que temos, precisamos da Terra que habitamos e mais a metade dela.

No entanto, quem cresceu é a população humana. Em 1970, eram 3,7 bilhões as pessoas que viviam no nosso globo, e em 2010, este número se aproximava aos sete bilhões.

Por outro lado, o relatório destaca que o que a humanidade reivindica ao Planeta é mais do que o dobro que a natureza pode renovar. “Estamos cortando madeira mais rápido do que as árvores podem crescer, usando água doce mais rápido do que os aquíferos subterrâneos se enchem, e lançando CO2 à atmosfera mais rápido do que se pode absorver”. afirmou em entrevista coletiva Marco Lambertini, diretor-geral da WWF.

De fato, calcula-se que seria necessária uma Terra e meia para produzir os recursos necessários para equilibrar a pegada ecológica da humanidade. Mas será que um dia os homens conseguirão viver em harmonia com os animais ?

Aproveite e curta nossa página para receber dicas e post legais no seu Facebook:

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.