Adolescentes criam camisinha que muda de cor para detectar DST

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Publicidade

Um grupo de adolescentes ingleses da Isaac Newton Academy, em Londres, desenvolveram uma camisinha que brilha quando detecta alguma DST – Doença Sexualmente Transmissível. Os jovens, com idades entre 13 e 14 anos, contam que o projeto, que recebeu o nome de S.T.EYE, a camisinha possuiu uma camada de moléculas que brilham quando entram em contato com as bactérias e vírus associados às DSTs.

“Nós estamos certos de que podemos trazer tranquilidade aos usuários e garantir que as pessoas possam ser ainda mais responsáveis do que no passado”, disse Daanyaal Ali, de 14 anos, um dos criadores da camisinha. A cor varia de acordo com a doença detectada (verde para clamídia, amarelo para herpes, roxo na presença do vírus que causa verrugas genitais e azul para a sífilis).

Publicidade

camisinha

O projeto ganhou o prêmio principal de inovação em saúde do TeenTech Awards, os garotos ganharam £ 1.000 (cerca de R$ 4.700) e uma viagem para o Palácio de Buckingham.

O projeto ainda precisa de melhorias, pois muitas perguntas ainda não foram respondidas, o Daily Dot EJ Dickson, levantou alguns questionamento,como : A camisinha detecta doenças no usuário ou o seu parceiro? Ou ambos? E pode distinguir entre os dois ?, Se o usuário tiver várias doenças sexualmente transmissíveis, o preservativo vai se transformar em um arco-íris?

O presidente-executivo do TeenTech, Maggie Philbin disse que é apenas um conceito por enquanto, mas não deixa de ser uma ideia genial de jovens estudantes. (com informações do Washingtonpost.com)

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.