Site icon Portal Elos

Adolescentes criam camisinha que muda de cor para detectar DST

dst

Um grupo de adolescentes ingleses da Isaac Newton Academy, em Londres, desenvolveram uma camisinha que brilha quando detecta alguma DST – Doença Sexualmente Transmissível. Os jovens, com idades entre 13 e 14 anos, contam que o projeto, que recebeu o nome de S.T.EYE, a camisinha possuiu uma camada de moléculas que brilham quando entram em contato com as bactérias e vírus associados às DSTs.


Veja : Natura faz liquidação, (acesse aqui)

“Nós estamos certos de que podemos trazer tranquilidade aos usuários e garantir que as pessoas possam ser ainda mais responsáveis do que no passado”, disse Daanyaal Ali, de 14 anos, um dos criadores da camisinha. A cor varia de acordo com a doença detectada (verde para clamídia, amarelo para herpes, roxo na presença do vírus que causa verrugas genitais e azul para a sífilis).

O projeto ganhou o prêmio principal de inovação em saúde do TeenTech Awards, os garotos ganharam £ 1.000 (cerca de R$ 4.700) e uma viagem para o Palácio de Buckingham.

O projeto ainda precisa de melhorias, pois muitas perguntas ainda não foram respondidas, o Daily Dot EJ Dickson, levantou alguns questionamento,como : A camisinha detecta doenças no usuário ou o seu parceiro? Ou ambos? E pode distinguir entre os dois ?, Se o usuário tiver várias doenças sexualmente transmissíveis, o preservativo vai se transformar em um arco-íris?

O presidente-executivo do TeenTech, Maggie Philbin disse que é apenas um conceito por enquanto, mas não deixa de ser uma ideia genial de jovens estudantes. (com informações do Washingtonpost.com)

Sair da versão mobile