Alemanha tenta acabar com o botão “curtir” do Facebook

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Uma comissão do governo alemão alega que o botão faz coleta indevida de dados do usuário.

O estado alemão de Schleswig-Holstein ordenou aos órgãos estaduais que encerrem suas contas no Facebook e removam o botão curtir de seus sites.

A proibição foi imposta pelo organismo do governo responsável pela proteção de dados, que deu aos donos dos sites locais até ao final de Setembro para tirarem das suas páginas os plug-ins ligados à rede social de Mark Zuckerberg.

Segundo a imprensa local, a entidade alega que este tipo de aplicações viola as leis alemãs e comunitárias relativas à proteção da privacidade dos internautas, ao permitir identificar os utilizadores e monitorizar os seus hábitos quando estes clicam nos botões de “Curtir”.

Caso os sites não retirem os plug-ins, os seus donos arriscam multas até 50 mil euros.

Por sua vez, o Facebook informou que segue todas as regras estipuladas pela comissão européia de proteção de dados. Segundo a empresa, a única informação coletada quando a pessoa utiliza o botão curtir é o seu número IP.

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

close