in ,

As origens das marcas

Publicidade

Não tem como negar, quem gosta de tecnologia, já teve a curiosidade de saber de onde é que veio o nome de uma empresa ou produto. Você nunca parou para pensar em por que a Google tem esse nome ? Ou, ainda, qual a razão de seus produtos da Apple terem sempre um “i” em sua nomenclatura?

Vamos a lista ?

Adobe

O nome veio do rio Adobe Creek que corria atrás da casa do fundador John Warnock.

Nokia

Se você procurar no Google Maps por uma cidade chamada Nokia, vai acabar parando na Finlândia, país no qual surgiu uma das mais famosas e importantes fabricantes de equipamentos eletrônicos (em especial, celulares).

Sim, a empresa em questão é a Nokia. A companhia, fundada em 1965 por Frederik Idestam, recebeu esse nome para que a pequena cidade finlandesa saísse do anonimato e ficasse mundialmente famosa. Bem, parece que o objetivo foi alcançado, não é mesmo?

Facebook

O Facebook a maior rede social do planeta. Mas no início, a ideia era reunir os alunos da universidade de Harvard em um site onde pudessem conversar, visualizar fotos e manter contato.

Facebook é uma abreviação do nome original do serviço, primeiramente conhecido como “TheFacebook”. Os “facebooks” são muito comuns nos Estados Unidos e reúnem imagens dos alunos de escolas, universidades, cursos e fraternidades em geral. Essa “tradição” foi a inspiração de Mark Zuckerberg na hora de dar um nome para a sua rede social.

Nintendo


A palavra Nintendo vem de uma transformação da original japonesa “Nintendou”, sendo que “nin” significa pessoa, “ten”equivale a céu e “dou” quer dizer terra. Algumas pessoas afirmam que se trata de uma adaptação de um ditado japonês, algo como “Deixar a sorte nas mãos de Deus” ou, ainda, “Confiada aos céus”.

Intel

Bob Noyce e Gordon Moore quiseram denominar a sua nova companhia “Moore Noyce” mas já existia uma cadeia de hotéis com esse nome, portanto eles tiveram de concordar com as siglas de INTegrated ELectronics (Eletrônica Integrada)

Toshiba

Tokyo Denki e Shibaura Seisakusho, até então dois comuns cidadãos japoneses, fundaram uma empresa que hoje leva os seus respectivos nomes para todos os cantos do planeta. Com certo “bloqueio criativo” para batizar a empresa, os dois sócios decidiram unir seus nomes e formar o nome da empresa: Toshiba. Uma solução simples e eficiente.

Samsung

A empresa já fez exportação de peixes secos a lojas de departamento, a Samsung passou por vários ramos antes de tornar-se esta respeitada empresa de eletrônicos e tecnologia que hoje é líder em vários segmentos. A explicação para o nome da empresa é bastante simples: Samsung, em coreano, significa “três estrelas”. A ideia foi do fundador da companhia, Byung Chull Lee, em 1º de março de 1938.

Apple

Quem diria que uma simples maçã seria o símbolo de uma das marcas mais conhecidas mundo afora?

Existem duas histórias para o nome escolhido. A primeira conta que, um dia, enquanto os fundadores da empresa viajavam por uma estrada, Steve Jobs virou para Steven Wozniak e falou: “Eu tenho um nome para a companhia: Apple”.

Já na segunda versão, essa um pouco mais elaborada, os dois não escolheram o nome à toa. Na verdade, ambos pensaram em ter o máximo de vantagens possível, por isso, três razões os motivaram a utilizar a fruta:

Apple começa com a letra ‘A’ e isso faz com que ela apareça na frente da maioria das marcas concorrentes em uma lista alfabeticamente ordenada. Além disso, frutas passam uma imagem de vida saudável. Com a escolha da maçã, Jobs e Wozniak queriam dizer às pessoas que a utilização de computadores é algo que não prejudica a saúde.

Por fim, o fator “surpresa”. Como o ser humano tem a tendência de memorizar associações e eventos inusitados, criar uma marca de tecnologia chamada de Apple faria com que isso ficasse gravado na mente das pessoas – e como podemos perceber, funcionou.

E porque todos os produtos trazem um “i” em seu nome? A ideia é passar, de forma minimalista e elegante, a postura da empresa: aparelhos criados para usuários pessoais (“i” de individual) e com total acessibilidade (“i” de internet).

Cisco

A origem do nome desta tecnológica é das mais simples. Cisco vem de São Francisco, a cidade onde a empresa foi fundada em 1984. Já as riscas representam os cabos de suspensão da ponte Golden Gate, um dos símbolos da cidade.

Microsoft

Apesar de ter buscado uma ideia menos “criativa” do que os seus eternos concorrentes da Apple, Bill Gates também conseguiu criar uma marca mundialmente famosa – com um nome que ficou fixado na mente de praticamente toda a população mundial.

Publicidade

O nome da empresa vem da junção de duas palavras: “Microcomputer” e “Software”. Dessa forma, Microsoft diz, mesmo que indiretamente, qual a principal atividade praticada pela empresa.

IBM

O nome IBM é, na verdade, simples e direto: International Business Machines. Mais interessante do que a história original é outra, já desmentida pela empresa, cuja sigla IBM seria, na verdade, uma brincadeira de seus fundadores com o computador “HAL” do filme “2001: Uma Odisseia no Espaço”. Isso porque as letras que formam “HAL” são exatamente as anteriores àquelas que do nome IBM.

Google

Para entender o nome Google é preciso conhecer um pouco de matemática. Isso porque a palavra veio de um termo matemático utilizado para expressar o número 1 seguido de 100 zeros: “Googol”.

Se a ideia era buscar algo que representasse “toneladas” de informação, o primeiro passo já tinha sido dado. Todavia, a variação dessa palavra (a marca conhecida como Google) surgiu, segundo boatos, de um simples erro de digitação na hora em que foram buscar pelo domínio desejado.

Já outras pessoas afirmam que os fundadores da empresa não contaram com o “acaso” e simplesmente quiseram brincar com a palavra “Googol”, encontrando assim, a alternativa: Google.

Yahoo!

Ao contrário do que se imagina o nome da empresa não veio da expressão “Yahoo” que pode significar uma exclamação verbal de aventura ou alegria. Os fundadores Jerry Yang e David Filo escolheram a palavra por causa de sua definição literária, mais precisamente do livro de Jonathan Swift “As viagens de Gulliver”. Segundo a história, os “Yahoos” eram espécies de criaturas selvagens.

Twitter

O primeiro nome escolhido para o serviço tinha sido “Status”, mas este não agradava nem a seus fundadores, que resolveram ir em busca de algo melhor. Dessa forma, começaram a surgir várias ideias. Entre elas, apareceu a palavra “twitch” que, em inglês, significa algo como “estremeção” – o que lembraria a vibração do celular no seu bolso quando você recebe alguma SMS.

Apesar de ser considerada como uma boa alternativa, o termo não trazia o apelo comercial desejado pelos seus criadores. Então, vagando pelo dicionário em busca de alternativas, surgiu a ideia que permanece até hoje: Twitter.

Uma definição perfeita para pequenas quantidades de informação e, também, para pios de aves – símbolos da empresa.

Sony

Assim como os nomes de muitas gigantes da tecnologia, a Sony também encontrou a sua alcunha ideal na junção de duas palavras diferentes. A primeira é “Sonus”, palavra latina cujo significado é som. A outra é “Sonny”, uma maneira informal de se referir a algo no diminutivo, como um menino pequeno, por exemplo.

Dessa forma, a palavra Sony foi formada, levando-se em conta também a facilidade de sua memorização e pronúncia em praticamente todos os idiomas.

Hotmail

O nome Hotmail surgiu de brincadeiras com as palavras “hot” (quente) e “mail” (correio). Além disso, havia também a inserção das letras “HTML” em destaque. Assim, antigamente, quando você acessava o seu email, visualizava o site como “HoTMaiL” – uma forma de destacar o código de programação utilizado para se desenvolver páginas na internet.

Hewlett-Packard (HP)

O nome original da Hewlett-Packard (popularmente conhecida como HP) veio da junção dos sobrenomes de seus dois fundadores – Bill Hewlett e Dave Packard. A curiosidade fica por conta da maneira que eles encontraram para definir qual nome deveria vir primeiro: jogar cara ou coroa.

Asus

A inspiração é mitológica. A Asus deve o seu nome a Pegasus, o cavalo com asas da mitologia grega, mas como os fundadores da marca de computadores queriam que fosse das primeiras a aparecer nas listas alfabéticas decidiram cortar-lhe as primeiras letras. Em 1998 nasceu a Asus

Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Com um clique você pode assistir a vídeos com seus amigos no Google +.

Cinco mitos sobre a carreira em tecnologia