Atenção : Lei farol baixo pode enganar motoristas; entenda o motivo

0

Receba atualizações em tempo real grátis

A Lei 13.290/06, que obriga motoristas a usarem farol baixo em túneis e estradas, mesmo durante o dia, já esta em vigor e mais de 10 mil carros já foram multados, e alguns estavam com luzes acessas, advogado explica que existe diferenças entre os faróis de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito. Você tem certeza sobre qual é o farol baixo?

Segundo o advogado Pedro Magalhães Ganen, no Código de Trânsito Brasileiro e encontrou três definições para os faróis: o que costumeiramente é usado durante a noite é o baixo; o usado também à noite, em ruas não iluminadas e quando não há veículos na frente, é o alto; e aquele mais fraco, usado também durante chuvas fortes e neblinas, é a chamada Luz de Posição.

E isso que as pessoas estão se confundindo a luz de posição a mais fraca usada em dias de chuvas ou neblina, não é farol baixo, e segundo o código, a luz baixa é o farol normal, aquele que usamos a noite.

Para entender melhor :

farol

A seta vermelha indica que os faróis estão desligados

Já a amarela, a luz de posição;

E a verde, a luz baixa. Para a luz alta (farol alto) é necessário, no caso do exemplo acima, empurrar a manete para frente.

Para não levar uma multa de R$ 85,13 e 4 pontos na carteira, você deve manter seu farol baixo aceso, do mesmo jeito que ele estaria se fosse noite, pois caso você deixe na luz de posição, você pode ser multado. (Foto Gabriel Jabur/Agência Brasília).

Compartilhe e comente com os amigos :

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.