in

China substitui humanos por robôs

Imagine um robô trabalhando em um cozinha, fazendo macarrão, muito improvável ? Não mais, na China o lai mein “macarrão chinês” é feito na hora, por robôs.

O salário anual de um lai mein chef, em Beijing, é U$ 6400; um robô-cozinheiro [chinês, também] custa U$ 1600. Os donos de restaurantes fazem as contas e estão comprando robôs. Não se trata de nada muito especial, apenas uma máquina que puxa as tiras de noodles de um bloco de massa e tem um aspecto de um robô humanóide. Como se pode ver no vídeo abaixo.

Já foi vendido mais de 3.000 destes Robôs. “No próximo ano, a China deverá se tornar o maior mercado de robôs do mundo, com demanda de 32 mil robôs industriais”, segundo Zhao Jie, um especialista no assunto na China.

“As empresas chinesas estão considerando comprar robôs para substituir o pagamento de um trabalhador qualificado que ultrapasse 50 mil yuan (U$ 8.060) por ano”, disse Tan Xueke, gerente da Xinsong Robot empresa de automação em Shenyang, capital da província de Liaoning na China.

A verdade é que tudo o que puder ser automatizado será. Mais cedo ou mais tarde, começando por funções que parecem humanas mas não são, como “puxar” lai mein o famoso macarrão chinês.

Com informações do Bit a Bit

Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tecnologia assistiva para inclusão de pessoas

Microsoft promete lançar beta do "Windows 8 Blue" em junho