in

Cibercriminosos exploram desastres no Japão nas redes sociais

Golpistas exploram usuários montando sites falsos e pedindo doações com a mesma rapidez que as notícias correm pelo mundo digital. Criminosos embarcaram nas tragédias simultâneas do terremoto e da tsunami que abalaram o Japão a uma velocidade recorde, alertam especialistas em segurança. Os golpes variam de links para antivírus e sites de doação falsos aos clássicos enredos que visam explorar a ganância alheia.

“O que surpreende desta vez é a rapidez com que eles pegaram carona nas notícias”, disse Chet Wisniewski, pesquisador de segurança da empresa britânica Sophos. “Nós sabíamos que os golpes viriam, mas eles começaram a aparecer em tempo recorde, menos de três horas após o terremoto.”


O Facebok tem sido usado por golpistas para coletar informação sempre que um usuário clica em um link que promete exibir vídeo da tsunami que atingiu o Japão na sexta-feira (11/3), alertou a Sophos no domingo (13/3).

Doações

Scammers também estão inundando caixas postais de e-mail com mensagens que pedem doação de dinheiro para os esforços de ajuda, disse Eric Park, pesquisador da equipe antispam da Symantec. “Isso é muito típico, especialmente com desastres, porque eles podem pedir doações ou se mostrar como uma organização de caridade legítima”, disse Park.

Alerta federal

O Internet Crime Complaint Center (IC3) – um esforço conjunto do FBI e do National White Collar Crime Center dos EUA – emitiu um alerta na sexta-feira que advertiam os consumidores sobre pedidos de doação relacionados ao desastre japonês. Fornecedores de antivírus falsos também entraram no jogo, de acordo com o Internet Storm Center (ISC) do SAN Institute. Produtores de programas de segurança inócuos – frequentemente chamados de “rogueware” – utilizam-se de notícias de última hora para envenenar as ferramentas de busca na web e manter-se no topo de seus resultados de busca.

Os usuários devem doar apenas para organizações legítimas, e somente por meio dos sites desses grupos, alertam os especialistas.

Sites Oficias :

Algumas opções para quem quer doar são :

Para fazer doações para os japoneses via Facebook :  

Pode fazer doações para vítimas no Japão podem ser feitas via iTunes para Cruz Vermelha a partir de uma página da iTunes Store:

 

Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O perigo do cyberbullying

Tim não irá cobrar ligações para o Japão