in

Depois de pagar fiança, dono do Megaupload é solto na Nova Zelândia

O fundador do site Megaupload, Kim Dotcom fala com repórteres ao deixar tribunal Reuters

O fundador do site Megaupload, foi solto na noite de terça-feira (horário de Brasília), de acordo com o Ministério da Justiça da Nova Zelândia, onde estava preso. Dotcom esteve na Corte do distrito de North Shore e foi solto após um juiz decidir que ele não apresenta mais risco de fuga já que seus bens foram todos apreendidos. A corte já havia negado um outro pedido de fiança para Dotcom, tornando a decisão que ocorreu nesta semana surpreendente.

– Estou aliviado por pode ir para casa ver a minha família, meus três filhos pequenos e minha esposa grávida – disse Dotcom sorrindo aos repórteres, do lado de fora do tribunal. Ele pediu calma e disse que, no momento, só teria isso a dizer.

Segundo a agência Reuters, o fundador do site de downloads foi solto após pagar fiança, cujo valor não foi revelado. Já a Associated Press afirma que Dotcom foi libertado sem qualquer pagamento em dinheiro. Funcionários do Ministério da Justiça local se recusaram a dar detalhes sobre as condições de sua libertação, dizendo à AP que só o juiz teria acesso à informação, até o momento mantida em sigilo.

O juiz Nevin Dawson, do Tribunal de North Shore, concedeu a chamada “liberdade condicional” a Dotcom por acreditar que o criador do site já não apresenta risco de fuga “significativo” o que motivou sua prisão preventiva.

– A obediência de Dotcom em não esconder bens ou contas bancárias foi confirmada pelo juri – disse Dawson, considerando a apreensão de bens. O juiz disse ainda que, em razão de sua família residir no local, ele não teria motivos para fugir.

Segundo o site “TVNZ”, Dotcom terá algumas obrigações a cumprir como residir somente na sua mansão em Coatesville, próxima a Auckland, e não acessar à internet e ou se deslocar por meio de transporte aéreo ou marítimo de uso particular – a fim de reduzir suas chances de abandonar o país.

No início do mês, a corte que negou o recurso para Dotcom ser libertado sob fiança concordou com uma teoria da promotoria de que existia risco de que ele pudesse tentar fugir antes da audiência para extradição usando nome falso e sua fortuna.

Já o juiz Nevin Dawson concedeu a liberdade nesta terça-feira sob condições que considerou rigorosas, alegando que nenhuma nova evidência de recursos secretos foi encontrada pelos investigadores. Autoridades americanas tentam extraditar Dotcom e outros três executivos para serem julgados em território americano.

Fonte: http://www.d24am.com

Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

Deixe Seu Comentário

Comente !
  1. Na verdade dotcom, não pode ser responsabilizado como pirata ,uma vez que apenas possuiu site de hospedagem ,nada mais..se alguém faz o piratismo é os E.U.A, pilhando os recursos naturais no IRAQUE,AFEGANISTÃO, OU VENDENDO ARMAS NA áfrica por Minérais..ou alguém acredita nesse lado “bonzinho dos ianques”.O megaupload é apenas um site de postagem para pessoas se for assim tem que fechar o ORKUT É O YOU TOUBE ,TAMBÉM SE COMPARTILHA INFORMAÇOES,VIDEOS INCLUSIVE FILMES INTEIROS! O MEGAUPLOAD PENAS ARMAZENA, BAIXA QUEM QUER….. ESTAVA HAVENDO DEMOCRACIA DE CULTURA, AGORA O VELHO AUTORITARISMO ESTADUDINENSE PELA CRISE..QUEREM REVIRAR O BOLSO DOS MAIS POBE.. NINGUEM QUESTIONA A UTILIDADE EDUCATIVA DO megauploadem países pobres COMO OS DA ÁFRICA,ÁSIA E AMÉRICA LATINA,NO QUAL CDS,DVS CUSTAM CARISSIMOS E INACESSIVEIS A MAIORIA DO EDUCADORES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Livros infantis que nascem acessíveis para todos

Receita antecipa programa do Imposto de Renda