Dormir mal pode afetar a saúde do coração

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Nesta sexta-feira, dia 13 de março, comemora-se o Dia Mundial do Sono, data que vem lembrar a importância do sono para a saúde. Enquanto dormimos, nosso organismo se restabelece, produz anticorpos contra diversas doenças, fortalecendo nosso sistema imunológico e dá repouso ao sistema cardiovascular.


Especial : Confira novidades da Natura para essa semana (acesse aqui)

O excesso de atividades do dia a dia pode causar uma gradativa redução de horas de sono, o que afeta o equilíbrio emocional, a capacidade de raciocínio e aprendizagem e ainda, a saúde cardíaca.

O pneumologista do Serviço de Medicina do Sono do HCor, Dr. Pedro Genta, explica que precisamos de um tempo mínimo de sono para evitar o desenvolvimento de algumas doenças. “Para que uma pessoa viva de maneira saudável é preciso que ela tenha, no mínimo, sete horas de sono por dia. Dormir menos do que isso pode ocasionar prejuízo cardiovascular com o passar do tempo, já que favorece o surgimento de doenças como hipertensão, diabetes e obesidade, o que consequentemente aumenta o risco de infartos e AVCs”, alerta o pneumologista.

Por isso, quando não respeitamos o tempo mínimo recomendado, nossos processos fisiológicos que ocorrem durante o sono são afetados.

“Quando dormimos há um momento de repouso do nosso sistema cardiovascular, no qual tanto a frequência cardíaca, quanto a pressão arterial são reduzidas. Esse processo é muito importante para a saúde do coração. Por essa razão é que diversos estudos mostram que a privação do sono aumenta o risco de hipertensão arterial”, comenta o Dr. Pedro.

Como recuperar o sono perdido?

Para repor as horas de sono perdidas uma dica é aumentar, gradualmente, o tempo de sono de 15 a 30 minutos por noite, a cada semana. “Recuperar o tempo mínimo de sete horas de sono e tratar a apneia do sono é fundamental para a nossa saúde, sobretudo para quem tem hipertensão ou outras doenças cardiovasculares”, explica Dr. Pedro.

Leia em nosso site : Como pegar no sono na hora

Distúrbios do sono podem ser fatores de risco

A apneia obstrutiva do sono e a privação dele são associados a maior risco de doenças desenvolvidas no coração. “Pessoas que têm ou já tiveram algum tipo de distúrbio cardiovascular como hipertensão, infarto ou AVC, precisam redobrar a atenção com doenças relacionadas ao sono e procurar tratamento o quanto antes”, afirma o pneumologista.

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.