Bem estar Saúde Dormir mal pode afetar a saúde do coração

Dormir mal pode afetar a saúde do coração

-

Nesta sexta-feira, dia 13 de março, comemora-se o Dia Mundial do Sono, data que vem lembrar a importância do sono para a saúde. Enquanto dormimos, nosso organismo se restabelece, produz anticorpos contra diversas doenças, fortalecendo nosso sistema imunológico e dá repouso ao sistema cardiovascular.

O excesso de atividades do dia a dia pode causar uma gradativa redução de horas de sono, o que afeta o equilíbrio emocional, a capacidade de raciocínio e aprendizagem e ainda, a saúde cardíaca.

O pneumologista do Serviço de Medicina do Sono do HCor, Dr. Pedro Genta, explica que precisamos de um tempo mínimo de sono para evitar o desenvolvimento de algumas doenças. “Para que uma pessoa viva de maneira saudável é preciso que ela tenha, no mínimo, sete horas de sono por dia. Dormir menos do que isso pode ocasionar prejuízo cardiovascular com o passar do tempo, já que favorece o surgimento de doenças como hipertensão, diabetes e obesidade, o que consequentemente aumenta o risco de infartos e AVCs”, alerta o pneumologista.

Por isso, quando não respeitamos o tempo mínimo recomendado, nossos processos fisiológicos que ocorrem durante o sono são afetados.

“Quando dormimos há um momento de repouso do nosso sistema cardiovascular, no qual tanto a frequência cardíaca, quanto a pressão arterial são reduzidas. Esse processo é muito importante para a saúde do coração. Por essa razão é que diversos estudos mostram que a privação do sono aumenta o risco de hipertensão arterial”, comenta o Dr. Pedro.

Como recuperar o sono perdido?

Para repor as horas de sono perdidas uma dica é aumentar, gradualmente, o tempo de sono de 15 a 30 minutos por noite, a cada semana. “Recuperar o tempo mínimo de sete horas de sono e tratar a apneia do sono é fundamental para a nossa saúde, sobretudo para quem tem hipertensão ou outras doenças cardiovasculares”, explica Dr. Pedro.

Leia em nosso site : Como pegar no sono na hora

Distúrbios do sono podem ser fatores de risco

A apneia obstrutiva do sono e a privação dele são associados a maior risco de doenças desenvolvidas no coração. “Pessoas que têm ou já tiveram algum tipo de distúrbio cardiovascular como hipertensão, infarto ou AVC, precisam redobrar a atenção com doenças relacionadas ao sono e procurar tratamento o quanto antes”, afirma o pneumologista.

Leandro Isola
Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

Leave a Review

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Novidades

Conheça as regras para ter o direito do auxílio emergencial de R$ 600

Nesta quinta-feira (26/03), a Câmara dos Deputados aprovou o auxílio emergencial para trabalhadores autônomos, desempregados e microempreendedores de baixa...

Natura se compromete a não demitir funcionários pelos próximos 60 dias

A Natura para proteger seus funcionários se comprometeu a não demitir nos próximos 60 dias. Em um comunicado interno...

Psicóloga dá dicas para amenizar isolamento social dos idosos

A melhor maneira de evitar que o novo coronavírus se alastre ainda mais é ficar em casa. No caso...

Dicas para aumentar a imunidade das crianças

Vale a pena investir em hábitos para fortalecer o sistema imunológico e ajudar o corpo a combater qualquer doença....

Como fazer uma máscara de pano para proteção

As máscaras de pano podem ser uma alternativa de proteção, pois como não tem máscaras descartáveis para toda população...

Obesidade em Gatos. O que fazer?

Gatos domésticos são companhias genuínas, de personalidade independente e super populares como animais de estimação no mundo todo. Mas...

Veja também

Homens só chegam à idade adulta aos 54 anos, será ?

Estudo britânico feito pelo Centro Crown Clinic, diz que...

Descubra se você sente um ciúmes doentio ou ciúmes normal

Você já passou por alguma situação muito incômoda causada por ciúmes? Com certeza sim! O ciúmes normal tem como objetivo manter o relacionamento, é transitório e baseado em fatos.
- Publicidade -

MaisNovidades
Veja o que mais é notícia