Site icon Portal Elos

Dr. Drauzio Varella explica em vídeo sobre quadro do Fantástico

abraco Drauzio Varella

Nesses últimos dias o Dr. Drauzio Varella se viu no meio de uma discussão muito grande  depois de gravar o quadro sobre os problemas das trans condenadas nas cadeias do Brasil.


Veja : Natura faz liquidação, (acesse aqui)

O caso Susy chamou a atenção, o médico abraçou a detenta no final do programa, o que no primeiro momento causou uma empatia do publico que depois se tornou “raiva” quando descobriram os crimes que ela fez.

No Domingo o Fantástico leu uma nota do médico, dizendo que era médico e não juiz e mesmo assim muita gente se disse decepcionada com o Dr. Drauzio Varella.

Vendo o tamanho que esse assunto tomou o médico gravou um pedido de desculpas, principalmente para a família do menino que morreu e  também falou que quando ela foi apresentada a ele não informaram o tipo de crime que ela cometeu, como 80% dos casos de trans na cadeia é por drogas ou assalto ele pensou que o dela seria o mesmo.

Veja o video:

Opinião do Portal Elos

O Dr. Drauzio Varella tem uma carreira impar, ajudou em muitos presídios e conhece como ninguém o sistema de saúde do Brasil, talvez ele podia ter checado a fonte melhor, mas infelizmente o caso Susy aconteceu em sua vida, mas ele em momento nenhum compactuou com o crime ou deu apoio ao que Susy fez, ele somente ofereceu um braço para alguém que estava sofrendo.

E quem somos nós para julgar um abraço ?

Pelo que entendo da vida e de leituras da bíblia, o que Cristo mais ensinou foi o amor, e o ser humano Drauzio Varella  somente abraçou outro ser humano que estava precisando. Ele só deu um pouco de amor, será que isso é um crime ?

A internet ajuda a divulgar historias como os crimes cometidos pela Susy, assim as pessoas conseguem olhar todos os ângulos das noticias, mas ainda temos que aprender a parar e pensar um pouco, antes de julgar.

Devemos sempre buscar a melhor informação possivel, mas isso não dá o direito de sair xingando os outros em redes sociais. Por isso que estamos cada vez mais polarizados, seja em politica ou outro assunto.

Sair da versão mobile