E-mail: Brasil bloqueia porta 25 para evitar spam

2

Receba atualizações em tempo real grátis

Publicidade

O brasil já é o quinto lugar no ranking mundial de nações que possuem maior quantidade desse tipo de lixo eletrônico.

Se você utiliza o Outlook, Thunderbird, Live Mail ou qualquer outro gerenciador de email, fique atento para alterar suas configurações o mais rápido possível. O Comitê Gestor da Internet (CGI.br), após anos de negociações com provedores de internet, finalmente decidiu fechar o acesso à porta 25, muito utilizado por spammers para envio de mensagens indesejadas.

“O uso da porta 25 pelo spammer consome recursos das teles, dos provedores e dos usuários. Fechar a porta 25 é uma necessidade. Os IPs brasileiros são ‘abusados’ para a entrega de mensagens com origem e destino no exterior”, disse Henrique Faulhaber, conselheiro do CGI.br representante da indústria de bens de informática, de bens de telecomunicações e de software e coordenador do Projeto da Gerência de Porta 25, em coletiva de imprensa realizada em São Paulo.

Publicidade

Indagados se os spammers poderiam migrar a sua ação criminosa – que é usar o IP da vítima como ‘laranja’ para o envio dos spams – da porta 25 para as portas 587/465, os executivos do Comitê Gestor Internet dizem que ‘é impossível garantir que não haverá mais ação de spammers’, mas sustentaram que as novas portas para o acesso aos servidores de e-mail são gerenciadas.

“A porta 25 é voltada para comunicação máquina a máquina e não era gerenciada. As novas portas são gerenciadas e há como ter um controle muito mais efetivo para reprimir essa ação”, explica Faulhaber. Além de fechar a porta 25, o Brasil está costurando acordos internacionais para colaborar no combate ao envio de spams.

Fonte : Convergencia Digital.

Receba atualizações em tempo real grátis

2 Comentários
  1. Rafa Diz

    tendi nada o_o

  2. XAVIER Diz

    Traduizzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.