Economista sugere que pobres devem compartilhar mulheres

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Para o economista Xie Zuoshi, da Universidade de Zhejiang, a solução para o desequilibro entre gêneros passa pela partilha de mulheres nas comunidades mais pobres da China.


Especial : Confira novidades da Natura para essa semana (acesse aqui)

Na China, nascem 118 meninos por cada 100 meninas e, segundo estudos acadêmicos citados pela BBC, em 2020, haverá entre 30 a 40 milhões de homens sem uma companheira.

Leia em nosso site : Empresas Criam Estacionamentos Para Mulheres Para Evitar Batidas

Segundo o economista o movimento de mulheres das zonas rurais para as grandes cidades favorece os homens com mais poder econômico e prejudica os homens mais pobres na hora de arranjar uma companheira.

“Não se trata de um devaneio meu. Em áreas remotas e pobres já há casos de irmãos que se casam com a mesma esposa e vivem em harmonia”, diz o economista, em um estudo publicado na semana passada e avançado este sábado pela BBC.

A divulgação do estudo na Comunicação Social chinesa gerou a indignação de várias mulheres, especialmente, ativistas pelos direitos femininos.

Mas o economista Zuoshi, responde as ativistas : ” Imoral para mim é deixarmos que 30 milhões de homens vivam sem mulheres e sem esperança. São esses homens que podem cometer violações, crimes e terrorismo. Isso é moral para vocês? ”

O que você acha ?

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.