mulher racismo
in

Em video, mulher acusada de racismo precisa ser escoltada por PM para sair de shopping

Tudo começou quando a mulher entrou em uma loja e não quis ser atendida por um funcionário negro, ela ainda o chamou de “macaco” e disse que o mesmo parecia um “motorista de traficante”, o funcionário ligou para a polícia e a acusou de racismo. O caso aconteceu em Salvador.

Segundo funcionários da loja ouvidos, ela também deu um tapa em um outro vendedor que se aproximou para conter a confusão. E a mulher ainda se recusou a ir para a delegacia com a PM e, após uma hora de negociação, a polícia e a segurança do shopping conseguiram conduzir a mulher até a viatura. Em seguida, ela foi levada para a Central de Flagrantes. Na Central foi descoberto que a mulher se chama Núzia Santos de Aquino e é investigadora da Polícia Civil , segundo o Jornal a Tarde.

Veja o video :

Segundo a Polícia Civil, Núzia de 49 anos, está afastada da função desde 2008, devido a problemas psicológicos. Ainda segundo a polícia, a mulher tem um histórico de vários afastamentos do serviço por distúrbio emocional. Ela aguardava a licença-prêmio para se aposentar. Núzia está há 15 anos na corporação e antes de ser afastada atuava na Delegacia de Atendimento do Idoso (Deati) .

Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pai da noiva interrompe casamento

Pai da noiva interrompe casamento e chama o padrasto para entrar junto com sua filha

Como fazer esmaltação Louboutin