in

Empresa acusa Google de roubar dados

No processo, maior site de leilão do mundo afirma que ex-funcionários forneceram informações sigilosas. O eBay e sua divisão Paypal, dois gigantes da área de vendas na Internet, estão processando a Google e dois ex-executivos. Segundo as empresas, esses funcionários teriam furtado segredos na área de pagamento eletrônico e vendido para a rival, que acaba de anunciar um novo sistema para esse setor, o Google Wallet.

O serviço que marca a entrada da gigante das buscas no segmento de vendas transforma um smartphone numa carteira eletrônica, por meio do Android. O processo foi iniciado nesta quinta (26/5), antes de a Corte da Califórnia notificar Osama Bedier e Stephanie Tilenius, agora funcionários da Google. De acordo com o processo, Bedier usou as informações sigilosas de carteira digital obtidas no PayPal para o novo sistema Wallet.

As empresas afirmam que esse ex-funcionário transferiu os segredos obtidos para um computador fora da rede da PayPal poucos dias antes de deixar a companhia, e patir para seu novo trabalho, no dia 24 de janeiro de 2011. Esses documentos eram confidenciais e tinham informações preciosas para o PayPal.

O processo também afirma que a Google contratou Bedier a pedido de outro ex-executivo, Stephanie Tilenius, profissional que teria violado suas obrigações contratuais com o antigo empregador, o eBay.

Osama Bedier foi o diretor responsável na PayPal pela plataforma de dispositivos móveis e representou a companhia em negociações com a própria Google entre 2008 e 2011.

Em um comunicado, o Google afirmou na quinta que ainda não havia sido notificada sobre o processo e que só se manifestaria após avaliar o documento.

As informações são do IDG Now!

Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

TOTVS lança rede social

Google "As pessoas tem direito a procurar empregos melhores"