in

Empresa processa funcionário e quer de volta seus 17 mil seguidores

Publicidade

Noah Kravitz deixou o seu antigo emprego na PhoneDog empresa de produtos relacionados à smartphones. Agora, a empresa está o processando em 340 mil dólares pelos 17.000 seguidores que ele manteve depois que deixou o cargo, a empresa calculou cada seguidor em U$ 2,50 por mês durante um período de oito meses. Kravitz saiu da empresa em Outubro de 2010.

Enquanto escrevia para PhoneDog, Noah Kravitz abriu uma conta no Twitter, combinando o nome da empresa com o seu próprio (@ Phonedog_Noah), que ele usou para postar sobre seu trabalho. Quando saiu da empresa, ele mudou o nome da conta para @NoahKravitz, mas manteve a 17 mil seguidores ligados à conta. A empresa primeiramente deu permissão para manter a conta e pediu que ele simplesmente escrevesse sobre a empresa no Twitter de vez em quando. Oito meses depois a empresa entrou na justiça com uma ação, alegando que seus seguidores constituíam uma “lista de clientes”.

Kravitz diz que a ação é retaliação por outra disputa com a empresa (ele está pedindo um percentual de receita do site de publicidade e salários atrasados), mas independentemente de suas queixas pessoais do caso levanta questões interessantes sobre o valor das contas pessoais nas redes sociais e que tem o direito de controla-la.

Publicidade
Noah Kravitz , a PhoneDog esta processando em 340 mil dólares pelos 17.000 seguidores que ele manteve depois que deixou o cargo na empresa

“Isso vai estabelecer precedentes no mundo online, no que se refere à posse de contas de mídia social”, disse Henry J. Cittone, um advogado em Nova York especializado em disputas de propriedade intelectual.

Ainda irão surgir diversos casos assim, com contas do Twitter, Google Plus e Facebook, pois são ferramentas extremanete utteis para a empresas e muitas vezes utilizadas no atendimento ao cliente para interagir com os fãs e clientes chateados.
Mas o ponto importante é que a PhoneDog não parece pensar na lealdade com o leitor. É o leitor que decide quem seguir, e a com esse processo a empresa acabar afastando e revoltando os leitores, que nesses casos apoiam o escritor.

Outro ponto é quanto vale um seguidor no twitter ou em outras redes ? como chegaram no valor de U$ 2,50 por mês?

Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

What do you think?

Comments

Comente !
  1. O valor de um usuário é calculável sim, mas não existe um padrão para isso. Existe como calcular a profundidade de impacto de um usuário do twitter em números, agora como esses números afetam o objeto (empresa) é apartir das próprias bases de dados dela. Nesse caso a informação de valor é pouco confiável, oque deveria impedir que a justiça use esses valores como base.

    Já presenciei casos assim e o problema é que apartir do momento que você usa essas medias sociais com objetivo profissional você acaba se atrelando aos clientes/empregadores.
    Eu prefiro manter minha identidade na Internet idependente da empresa que trabalho. Tipo, sabem noque trabalho, até posto algo interesante, mas nunca uso ou revelo o nome da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Os 20 cargos mais bem pagos na área de TI

Computador de R$ 50 chega em 2012