chip na pele
in

Empresa troca crachás por chip implantado nos funcionários

Publicidade

O chip, que é do tamanho de um grão de arroz, é de identificação por radiofrequência (RFID). Esqueça crachás e cartões. As portas no edifício Epicenter, no centro de Estocolmo, na Suécia, são destrancadas com pequenos chips inseridos nas mãos dos funcionários.

Em vez de crachás, a companhia adotou o implante de chips na pele de 400 trabalhadores. “Queremos entender essa tecnologia antes que outras corporações e governos cheguem e digam que todos devem ter um chip”, disse Hannes Sjoblad, diretor do escritório, em entrevista à BBC.

O chip, que é do tamanho de um grão de arroz, é de identificação por radiofrequência (RFID) e também permite tarefas como desbloquear a impressora e pagar contas na cantina do prédio. O processo de inserção do dispositivo é organizado por um grupo de bio-hacking sueco.

Publicidade

Veja em nosso site : Chip em uniforme controla frequência de alunos

[adrotate group=”10″]

Segundo o repórter da BBC Rory Cellan-Jones, que foi até Estocolmo para conhecer a tecnologia, a implantação do chip dói como uma injeção. Ele conta que perguntou ao chefe de tecnologia do prédio, Hannes Sjoblad, se as pessoas realmente querem ter esse tipo de intimidade com a tecnologia. Sjoblad respondeu: “Nós já interagimos com a tecnologia o tempo todo. Hoje as coisas são meio desorganizadas – precisamos de senhas e códigos. Não seria mais fácil apenas tocar com sua mão?” Será?

Você teria um chip em vez de crachá da sua empresa ?

Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

What do you think?

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
irmãos

Irmão leva irmã para um brinquedo e ela se desespera

alimentos perigosos

Os 5 alimentos mais perigosos que você pode comer