in

Etiqueta avisa consumidor que comida está estragada

Publicidade

Você fica duvida se a o alimento que você compra esta fresco ?, agora uma empresa japonesa desenvolveu uma nova tecnologia em etiquetas que promete acabar com esta duvida, o produto, que foi inventado por designers japoneses, inutiliza código de barras quando degradação atinge limite máximo O estúdio de design japonês To-Gewnko desenvolveu uma etiqueta que indica se carnes, queijos e outros alimentos expostos nas prateleiras de frios dos supermercados estão frescos ou não.

Publicidade

O adesivo muda de cor conforme a quantidade de amônia vai se alterando na embalagem. A substância é liberada no processo de degradação. Quando a quantidade de amônia é muito elevada, a etiqueta inutiliza o código de barras, impedindo a venda do alimento.







Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

What do you think?

Comments

Comente !
  1. para os supermercados brasileitos não vai adiantar nada. é só trocar o adesivo, da mesma forma que eles troca a embalagem, ou apagam e colocam outra data de validade

  2. Pensei a mesma coisa que o Allan, rsss.. logo, logo estariam “burlando” esse selo, aí caberia à Anvisa fiscalizar, mas a gente sabe que aqui não é assim que a banda toca, a Anvisa fiscaliza, mas nunca é uma coisa eficaz!

  3. a primeira ideia que vem na cabeca que os supermercados trocarao a embalagem e o adesivo para 'burlar' o selo, mas como a reportagem diz, a etiqueta verifica substacias no produto, sendo assim, nada adianta-ra trocarmos as embalagens ou os adesivos, se o adesivo realmente verifica o produto, assim que trocarmos a embalagem e o adesivo, ele ira ficar preto de maneira instantanea, imbossibilitando o 'burlamento', muito interessante a ideia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Games em redes sociais movimentam R$ 200 mi no Brasil

Acionistas rejeitam proposta para sucessão de Steve Jobs