in

Evolução e Revolução no mercado de TI para as mulheres

Publicidade

O tempo passa, as pessoas e as coisas mudam e o mundo não para de girar. Assim deu-se o início da computação informatizada. A origem da ideia de programar uma máquina veio da necessidade de que Teares (máquinas de tecer) produzissem padrões de cores diferentes. Então, no século XVIII foi criada uma forma de representar os padrões em cartões de papel perfurado, que eram tratados manualmente.

Em 1801, Joseph Marie Jacquard inventa um tear mecânico, com uma leitora automática de cartões. A ideia de Jacquard atravessou o Canal da Mancha, onde inspirou Charles Babbage, um professor de matemática de Cambridge, a desenvolver uma máquina de “tecer números”, uma máquina de calcular que pudesse ser controlada por cartões. Foi com ele que o computador moderno começou a ganhar forma, através de seu trabalho no engenho analítico. O equipamento, apesar de nunca ter sido construído com sucesso, possuía todas as funcionalidades do computador moderno.

Uma mulher chamada Ada Augusta colaborou com os planos de Babbage e publicou os primeiros programas de computador em uma série de notas para o engenho analítico, era matemática amadora entusiasta e tornou-se a pioneira da lógica de programação, escrevendo séries de instruções para o calculador analítico.

Foi-se o tempo em que as mulheres ficavam em suas casas cuidando dos filhos, limpando, passando e cozinhando para a família.

Novas oportunidades e descobertas ampliaram a visão das mulheres, como um todo, de que só estaciona e para no tempo quem realmente não quer evoluir com ele. Em meio a tantas novidades e mudanças, as mulheres mostram hoje que a tecnologia da informação não é uma área somente para homens. E que elas também são competentes e capazes de gerenciar, administrar, tornar-se stakeholders e diretoras nas organizações que necessitam de profissionais da área de TI, desempenhando papéis fundamentais e de extrema importância, sendo que tais cargos necessitam de percepção, sensibilidade, detalhe e observação, o que são qualidades dos perfis femininos.

Atualmente, esse perfil feminino nas corporações em um ambiente de TI é algo crescente. O ingresso no setor de TI, para distintos cargos como desenvolvedoras, analistas de negócio de TI, supervisoras, gerentes e CIOs , são hoje ocupados por mulheres que buscam e buscaram formação profissional em ciências da computação, administração de redes, tecnologia da informação, análise e desenvolvimento de sistemas, entre outros cursos relacionados à tecnologia.

As motivações são diferentes. Algumas escolhem a área por amor. O amor e a paixão pela profissão que as mulheres assumiram quando escolheram tecnologia da informação as permite obter visão e estrutura organizacional, a trabalhar com estratégias de negócio e a facilitar os sistemas que existem em cada empresa, o prazer as move. E há aquelas que entram no ramo porque sabem que o retorno financeiro é bom. Juntando o útil ao agradável, há mulheres que se aventuram no ramo, se apaixonam por ele e se beneficiam profissionalmente dessa parcela significativa de mercado.

Publicidade

Quem disse que mulher só complica? A própria história relata que a lógica fez de Ada a pioneira. A otimização dos processos, desenvolvimento de softwares, arquitetura de operações exige dos profissionais lógica, visão global, eficiência e eficácia nos projetos e trabalhos realizados. Rostos femininos em meio a faces comuns de homens, o que era ocasional, tornou-se visível e excitante, cargos que requerem conhecimentos, habilidades e principalmente atitudes, para o desenvolvimento dessas áreas, hoje, são ocupados por mulheres.

Marissa Mayer - Vice-presidente de Pesquisa de Produtos e Desempenho dos Usuários no Google

Há ainda quem deprecie a posição da mulher no mercado de TI, o que interfere no crescimento das companhias e na inovação que é necessária para todo e qualquer sistema.

Conviver e aprender a viver em um ambiente que era totalmente masculino requer das inteligentes, líderes, ágeis e hábeis mulheres, coragem para desbravar o território e desenvolver suas competências sempre, porque é o que leva qualquer profissional a ter crescimento na carreira.

A vida profissional é importante para a mulher, tanto como a vida pessoal. As mulheres não estão somente no mercado de TI porque a remuneração é boa ou porque competem em mais uma fatia do mercado com os homens. As mulheres na área de TI vêm para mostrar que técnica e macetes são coisas que se adquire com o aprendizado, que para gerenciar a área é necessário sabedoria e discernimento, e ainda que solucionar problemas é algo que as motiva a evoluir.

Educação é a base de tudo e o aprendizado nunca foi obstáculo para elas, nem agora com o mercado de tecnologia da informação se expandindo e a concorrência ficando acirrada. O que vai diferenciar um bom profissional da área não é o sexo, mas sim a capacidade de encarar as coisas e olhar por um ponto de vista diferente. O sucesso está nas coisas, feitos e fatos inovadores e não está longe de quem batalha pelo que se quer. Aguardem, porque as mulheres estão chegando.

Written by josiellen

What do you think?

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Esqueça o filtro solar e acredite no conhecimento

Banco e cliente trocam poemas