assaltante baleado
in

Família de assaltante baleado afirma que vai processar vítima que reagiu ao assalto

Publicidade

Pode parecer estranho, mas a família do assaltante baleado que foi identificado como Robson Diego (que inclusive tem uma tatuagem de matador de polícia nas costas), já avisou que vai entrar com um processo contra a pessoa que reagiu ao assalto, que no caso é um promotor, alegando que ele não agiu em legítima defesa, somente porque que os tiros foram nas costas.

Atenção: Natura faz promoção relampado, acompanhe aqui 

O bandido foi transferido para a Casa de Custódia. Por conta dos ferimentos, o meliante não consegue realizar o movimento das pernas. “Eu não sabia que ele era promotor, se eu soubesse não tinha nem roubado ele e n em encostado”, afirmou Robson ao sair da Central de Flagrantes em uma cadeira de rodinhas, com seus familiares.

Publicidade

Entenda o caso :

O promotor de Justiça do Ministério Público de Campo Maior, Maurício Gomes, reagiu a uma tentativa de assalto quando chegava em um colégio, acompanhado da filha e da mãe para uma festa de confraternização.

Durante o ocorrido, o promotor baleou um dos assaltantes nas costas, que sendo que o promotor apenas esperou o melhor momento para se defender e não colocar em risco a vida de sua filha e mãe.

O outro meliante fugiu e a polícia civil foi acionada. “Estamos em busca do outro bandido. Queremos dar a resposta o mais rápido possível”, afirmou o coronel Raimundo Rodrigues, do 1º Batalhão da Polícia Militar.

O presidente da Associação Piauiense do Ministério Público, Paulo Rubens Parente Rebouças, acompanhou o promotor durante depoimento e afirmou que ele ainda sofreu uma lesão no braço, já que a dupla teria tentado tomar sua pulseira. (com informações do portal Meio Norte)

Veja em nosso site : Os 30 Carros Mais Roubados No Brasil

Written by Andreia Landa Pandim

Uma pessoa que ama viver, mas que sempre precisa dos outros para ser feliz

What do you think?

Comments

Comente !
  1. Merece o processo porque só deixou ferido. Tinha que ter matado de uma vez.
    Completa inversão de valores da nossa sociedade. A família do bandido querendo processar quem se defendeu. Que caras de pau.

  2. Disse que não sente os movimentos da perna, devia nunca mais andar na vida e repensar que o crime não compensa.

  3. Só essa que faltava! Meliante mata por nada e fica tudo bem. Um trabalhador e pessoa do bem, se defende e ainda vai processar. A familia reforça essa máxima do filho ser bandido né??? Indignada.

  4. Esse promotor está totalmente errado, deveria ter atirado no meio da cara das duas ratazanas imundas de esgoto. Imperdoável!!!

  5. Não tem vergonha na cara seu marginal de M! Não tem vergonha na cara! Que seus vizinhos façam o que tem que ser feito seu bosta! ?

  6. O gente que não respeita, o legítimo
    Direito de buscar na justiça o direito
    Que alguém ache justo. Mas cadê o delegado desse caso que não traz para depôr as testemunhas dessa pobre vitima que viu tudo ( seu comparsas)
    Cobre dele o delgado , viu seu promotor

  7. Deviam ter é vergonha na cara se ele tem tatuagem de matador de Polícia quantas pessoas inocentes ele já matou e assaltou quer dizer que ele pode assaltar atirar e até matar vcs deram sorte que ele não morreu pq pragas como essas deviam ser extinta da terra a pessoa trabalha honestamente aí vem um filho da puta e se acha no direito de vir e tirar tudo e acha que vai ficar por isso mesmo ele devia ter atirado pra matar ia ser menos um bandido na rua quem tem que processar é o que foi assaltado isso sim

  8. Temos só que lamentar e rezar para que não precisemos desta “”justiça que aí está …. ?

  9. Inversao de valores mesmo, so que o ministerio publico orocessou o cunhadi da Ana Ricman, porque defedeu de louco que queria matar a mesma. E dai?

  10. Kkkkk absurdo…. É só o que falta, safado se não tivesse assaltando não estaria assim…. Esse não rouba mais…. Vagabundo

  11. Só falta esse processo cair nas mãos de um juiz que defende bandidos.
    É o Brasil que tem muito a ser consertado.

  12. A desgraça toma tiro e ñ morre, se fosse um cidadão tava enterrado a esta hora, tem q acabar c este negócio de tiro pelas costas… se é vagabundo tem q morrer de qualquer jeito.

  13. ele disse que se soubesse que era promotor não teria roubado, com certeza ele teria e matado o promotor não duvide

  14. Sr promotor c todo respeito o SR e muito ruim de mira acertou só pra deixar na cadeira de roda cobra agente não fere mata logo

  15. Tinham era que disciplinar o “príncipe” assaltante da família porque se ele fosse boa pessoa não estava roubando, não é?
    Se eu fosse juíza dava um sermão na família, nele e ainda fazia pagar um valor bem alto por constrangimento e danos psicológicos à pessoa assaltada. Queria só ver! ?

  16. Deveriam processar o promotor que não soube terminar o serviço, ou seja, dar o tiro de misericórdia no entre-meios das aspas do bandido.

  17. “Eu não sabia que ele era promotor, se eu soubesse não tinha nem roubado ele e nem encostado”, afirmou Robson ….entao se fosse uma de nós seria legal assaltar né Zé roela

  18. Se fosse na cara o tiro a familia ia entrar com ação de vitima da sociedade? Vai trabalhar familia sem vergonha.

  19. Tava numa tristeza aqui em casa e chorando vendo uma notícia desta acabei dando belas gargalhadas. Tamos no fim fo mundo. Família bandida cara de pau. Vão trabalhar e levar a vida honesta

  20. Essa família deveria ir para cadeia porque está dando mau exemplo ,vai vê que eles ensinaram o filho a roubar e dividir com eles

  21. Ahhhh promotor,o senhor deve ser processado sim,pois o coitado do meliante ainda ficou vivo, só ficou apenas sem os movimentos das pernas,aff, não fez o serviço completo,ah,tinha q cancelar os CPF’s de todos da família que achar ruim tbm,pelo amor viu!!!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
policia federal

Operação da Policia Federal faz chover dinheiro em Pernambuco

pobres mulheres

Economista sugere que pobres devem compartilhar mulheres