Site icon Portal Elos

Inep tem 72 horas para se manifestar sobre anulação do Enem

A Justiça Federal no Ceará deu 72 horas para o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) se pronunciar sobre o pedido de anulação total ou parcial do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011, feito pela Procuradoria da República no Estado.


Veja : Natura faz liquidação, (acesse aqui)

Segundo o juiz Luis Praxedes Vieira da Silva, o prazo será contado “minuto a minuto”, a partir da hora do recebimento da intimação (que ocorreu às 12h46 [13h46 de Brasília]). O Inep havia pedido dez dias, mas a Justiça negou o prazo. O juiz disse, no despacho, que decidirá com ou sem manifestação do governo.

Questões que vazaram do Enem

O defensor público federal Ricardo Salviano irá enviar, na tarde desta sexta-feira (28), uma recomendação ao MEC (Ministério da Educação) para que anule todo o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011 ou pelo menos as 14 questões que vazaram no colégio Christus, de Fortaleza.  “O objetivo é um só, garantir a isonomia dos candidatos do Brasil inteiro”, disse Salviano.

Para o defensor, como o Enem “é um concurso nacional, a solução não pode ser no âmbito local, somente no Ceará”. O ministério terá dez dias para responder a recomendação. “Se eles não acatarem, a gente pretende entrar com uma ação civil pública”, afirmou o defensor.

“Coincidência”

O diretor do Bernoulli, Rodrigo Domingos, afirmou que o fato de os exemplos (e o resultado) serem exatamente iguais é uma coincidência. “Os nossos professores, os dos outros sistemas de ensino ou escolas e os autores de questões do Enem ao criarem questões muitas vezes se baseiam em figuras ou dados que tiram da internet. Por isso, a coincidência às vezes até mesmo em um número ou outro”, disse por e-mail ao UOL .

Veja mais : prova teria vazado no Ceará

Fonte UOL

Sair da versão mobile