Menina de 1 ano compra carro com celular do pai

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Publicidade

[adrotate group=”10″]Muitos pais deixam seus filhos brincarem com o celular, mas essa pequena distração para criança pode custar caro. Com apenas alguns toques, a pequena Sorella Stoute comprou um Austin-Healey Sprite 1962 com o celular do seu pai, Paul Stoute, que se surpreendeu ao receber um e-mail sobre a compra do automóvel. Depois do susto, ele percebeu que a aquisição havia sido feita por sua filha, Sorella, de apenas 14 meses.

Sorella frequentemente brinca com o telefone celular do pai e acabou usando o aplicativo do site de leilões eBay para fazer a compra. Antes dela, Stoute havia utilizado este mesmo programa para visualizar automóveis – entre eles o Austin-Healey Sprite, que agora lhe pertence.

Em entrevista ao canal “Fox 12”, ele se disse aliviado pelo fato de o carro custar US$ 225 (cerca de R$ 510). “Ele estava na lista dos itens vistos recentemente. Por sorte, ela não comprou o Porsche de US$ 38 mil [cerca de R$ 86 mil]. Fiquei muito agradecido”, brincou.

Paul Stoute planeja restaurar o carro e entregá-lo para a sua menina, quando completar 16 anos

A pequena Sorella assim como toda criança gosta de brincar com o celular do pai, depois da compra os pais deixaramn os celulares mais seguros. Para que a pena não tente de novo comprar algo.

Paul estava pensando em comprar e reconstruir o carro com um amigo.

Isso serve de alerta para o pais pois as crianças podem sem querer acabar fazendo gastos desnecessários ou até mesmo problemas maiores como enviar arquivos indevidos, chats e etc. Por isso todo cuidado é pouco, recomendamos que coloque alguma trava no ceular ou tablet para assegurar que a criança não irá usar de forma incorreta.

Publicidade

Cuidados com armadilhas dos jogos gratuitos

Com apenas seis anos, o jovem Jake Sadler conseguiu gastar 1.000 libras (cerca de R$ 3.037) de seus pais comprando “ouro” no jogo Zombie Takeover – o game gratuito havia sido baixado no iPad de sua mãe

Uma dica para os pais é para ficarem alertas com compras dentro de aplicativos de jogos ditos ”gratuitos” e terem de arcar com gastos ”estratosféricos” direto no cartão de crédito. Casos envolvendo a Apple aumentaram depois que a empresa passou a permitir a compra de créditos extras diretamente nos jogos. Eles são tantos que, nos Estados Unidos, a Justiça americana determinou neste ano que a Apple pagasse US$ 100 milhões (cerca de R$ 200 milhões) em indenização a pais que tiveram contas fora do comum no iTunes.

Para impedir que casos como estes aconteçam no seu iPad, acione um mecanismo de proteção que já vem no próprio tablet. Acesse o botão ”Ajustes”, vá a ”Restrições” e ative os bloqueios, criando uma senha. Em seguida, desça e desabilite a opção ”Compras em Aplicativos”. Dessa forma, não será possível fazer compras dentro dos jogos (veja imagem abaixo).

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.