A

Menino peruano que estuda na rua por falta de luz ganhará casa de milionário

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Víctor Martín Angulo Córdova, de 12 anos, viralizou na internet após uma câmera filmá-lo aproveitando a iluminação pública para poder estudar na calçada.

De acordo Victor, que mora em uma área periférica da cidade de Moche, na província de Trujillo, sua casa faz parte de 5% da população da cidade que não possui energia elétrica, e como não consegue terminar seus estudos antes de escurecer, a única opção era fazer com o uso das velas.

Victor ainda conta que usar velas para estudar deixava suas costas dolorida, e por isso, prefere estudar na calçada da rua.

empresario

Seu vídeo chegou até o outro lado do mundo, onde o milionário árabe Yaqoob Yusuf Ahmed Mubarak, de Bahrein se comoveu com a situação do menino e mandou que seu advogado encontrasse o menino.

Veja em nosso site 

Mãe Induz O Parto Em 15 Dias Para O Pai Conhecer A Filha Antes De Morrer

Pai Salva Filho Do Alcoolismo Com Ajuda Da Mãe E A Madrasta

Saiba Como Identificar A Fome Emocional

De acordo a mídia local, o advogado teve muito trabalho para encontrar Victor, mas após isso, Yaqoob Yusuf Ahmed Mubarak viajou para Moche, onde conheceu melhor a história do garoto e sua família.

Yaqoob conta que sua história é muito semelhante a de Victor, pois também teve uma infância difícil, mas nunca abandonou os estudos. Victor por sua vez, conta que nunca largou os estudos pois um dia sonha em se tornar um policial.

O milionário então decidiu que ajudaria Victor a ter uma vida menos difícil, para isso, doou uma casa de dois andares e um pequeno financiamento para que sua mãe pudesse abrir um negócio próprio.

Yaqoob ainda irá doar 35 computadores para a escola de Victor e um sistema de vigilância por câmera para aumentar a segurança escolar.

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.