Mulher comemora morte do marido com festa e justifica “não apanho mais dele”

24

Durante uma entrevista de uma rádio em um supermercado a mulher comenta que o marido morreu atropelado e que assim que soube do ocorrido ela fez uma festa com cerveja e música.

O caso aconteceu em Santo Antônio de Jesus, na Bahia, e a rádio Voz da Bahia, estava fazendo uma promoção em um supermercado quando encontrou Joélia.

Joélia, de 47 anos, contou que o marido a agredia diariamente então resolveu dar uma festa para comemorar a morte do ex-companheiro, sorridente a mulher se sentia livre, veja a entrevista :

O que pode parecer uma brincadeira ou algo engraçado retrata a situação de muitas mulheres no Brasil, a violência contra a mulher é algo assustador, somente no Brasil a cada 4 minutos uma mulher é vítima de agressão.

Embora 54% dos brasileiros conheçam uma vítima de violência doméstica, apenas 18,6% das mulheres afirmaram já ter sido vítima dessa violência. O medo ainda é o maior inibidor das denúncias de agressões contra as mulheres.

Se você conhece alguma mulher que foi ou esta sendo violentada, denuncie pelo telefone 180 (ligação gratuita e anonima).

Receba atualizações em tempo real grátis

Comentários