auxílio
in ,

Mulher perde auxílio do INSS após postar fotos de passeios no Facebook

Publicidade

O INSS cortou o auxílio-doença de uma mulher que recebia o benefício por depressão grave após ela ter postado fotos de passeios do Facebook. Em 2013 um perito atestou que ela apresentava depressão grave e a declarou incapaz de trabalhar. Mas no período em que ficou afastada, ela postou no Facebook fotos de passeios em cachoeiras, acompanhadas de frases como “não estou me aguentando de tanta felicidade” e “obrigada senhor, este ano está mais que maravilhoso”.

A Advocacia-Geral da União (AGU) usou postagens na rede social Facebook para provar que trabalhadora que recebia auxílio-doença concedido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não se encontrava incapacitada por quadro depressivo grave e tinha condições de retornar ao trabalho. Diante das fotografias, o perito reviu o laudo e o benefício da trabalhadora foi retirado.

Diante das provas apresentadas, o perito reviu o laudo médico anterior. “Entendemos que uma pessoa com um quadro depressivo grave não apresentaria condições psíquicas para realizar passeios, emitir frases de otimismo, entre outros. Portanto, consideramos que a paciente apresentou cessada sua incapacidade após o exame pericial”, declarou em comunicado.

Acolhendo os argumentos apresentados pela AGU, o Juizado Especial Federal Cível de Ribeirão Preto cessou a incapacidade da trabalhadora. A decisão evitou o pagamento de benefício indevido e gerou economia aos cofres públicos.

Veja em nosso site : 5 coisas que você não deve postar nas redes sociais

O uso de provas retiradas de “posts” das redes sociais já é realidade no Brasil. Dessa forma, os perfis nas redes sociais são aceitos como meio de provas nos processos judiciais.

Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

What do you think?

Comments

Comente !
  1. A mesma queria transmitir felicidade para o os amigos ou inimigos do face muitas vezes as pessoas não querem demostrar seu sofrimento e descobrem uma forma de escondelos, mesmo com tais fotos talvez essa mulher precise mesmo,acho que tem tanta coisa indevida que realmente deveria ser investigada nos cofres públicos principalmente e ser cortada tais abusos.

  2. nossa lamentável, primeiro em meios a tantos benefícios dados a fantasmas e alguém vai procurar fotos de benefícios, pergunta como conseguiram, pois são milhões, outra, tive depressão grave e síndrome do pânico, e ao contrário do que li, os médicos me orientaram a viajar, me divertir, para lutar contra esta doença maldita, criticar sem saber eh fácil, quero ver passar, ou seja, tem depressão, tem ke morrer, chorar, se lamentar, Lamentável #SoAcho

  3. A falta de respeito por portadores de transtornos mentais é imensa no pais! As pessoas com transtornos mentais nao apresentam cortes, gesso, sangue, pontos na cabeça e por isso não são concideradas doentes. Isso é um grande preconceito. Muitas vezes um simples passeio com amigos queridos, são pequenos momentos que faz essa pessoa sorrir e se sentir feliz por alguns momentos, isso não significa que essa pessoa deixou de ter o transtorno….as pessoas costumam postar no face belos momentos, mas quem sabe dizer se apos voltar do passeio essa pessoa chorou, se isolou ou ate mesmo tentou o suicidio? Com certeza isso ela não postaria….Passar uma tarde em um lugar bonito com amigos é bem diferente do estressante dia a dia do trabalho, o passeio é uma tarde, o trabalho são oito horas diárias, e nem sempre a pessoa está para esse piq…Ninguém tem o direito de dizer se o outro esta ou nao feliz, muito menos bem de saúde….só o portador de transtorno mental conhece sua dor! E dói mais ainda quando os outros se acham no direito de dizer que vc não tem nada!

  4. Eu acho corretissimo isso pois sofri um acidente de carro fraturei a coluna passei por cirurgia coloquei duas placas e oito pinos na t12 lombar e o inss so me deu nove meses de afastamento e me mandou voltar trabalhar essas pessoas tirando o lugar de quem precisa realmente eu acho que o inss deveria investigar mais estas pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
tosse

Dicas para acabar com a tosse

webcams

Crise aumenta número de mulheres em webcams pornôs