Na campanha eleitoral, carro de som só se o candidato estiver dentro do veículo

23

Os famosos carros de som das campanhas eleitorais tendem a acabar ou pelo menos vão diminuir muito, tudo isso por conta da determinação do TSE.

A nova determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) diz que só será permitido o uso de um carro de som com a presença do político no veículo. Alem disso o barulho será controlado,o carro deve obedecer o limite de 80 decibéis, medidos a sete metros de distância do veículo.

E os comícios podem durar até a meia noite apenas, somente no ultimo dia de campanha que o horário pode ser até as 2h da manhã.

No caso dos carros de som, caso a determinação seja descumprida os carros serão apreendidos, e o político multado. A mudança partiu por diversas reclamações das últimas eleições. Foram registrados diversos abusos, alguns candidatos usavam os carros apenas para atacar outros candidatos, sem mostrar nenhuma proposta.

Outdoors também estão proibidos, também bandeiras e cavaletes que atrapalhem os pedestres e motoristas.

Campanha na internet

Mas se prepare, pois a Justiça autorizou os candidatos a pagarem pelo impulsionamento de conteúdo eleitoral nas redes sociais, então a partir de 16 de agosto , você verá muita publicidade no Facebook pedindo votos.

Comentários