A

Netflix lancará planos mais baratos para mobile

O plano é utilizado desde julho na Índia

0

Receba atualizações em tempo real grátis

O plano mais barato exclusivos para smartphones ou tablets já é uma realidade no pais índiano que foi o primeiro a ser testado e implementado, o qual foi muito bem recebido desde julho desse ano.

O plano permite que o usuário assista todos os conteúdos da plataforma apenas em mobile e com a transmição em baixa definição, ou seja, 480p.

Considerando que o Brasil é o país que mais acessa conteúdo digital via celulares, e em algumas regiões, como no Norte mais de 90% dos usuários utilizam o mesmo para acessar a internet, de acordo com uma pesquisa do Suplemento de Tecnologias de Informação e Comunicação, (TIC), de 2015. Esse plano seria muito bem aproveitado em terras brasileiras, caso seja implementado.

Na Índia, o desempenho foi acima do que esperado pela Netflix, atingiu cerca de 158 milhões de usuários indianos. O que fez a empresa pensar em expandir seu novo pacote para outros países.

De acordo com Greg Peters, Gerente de Produtos da Netflix, a empresa tem como propósito  levar o plano mobile para países com públicos similares com o da Índia. “Vamos realizar testes em outros mercados com condições semelhantes e acreditamos que também teremos bons resultados nesses locais”.

Todavia, o mesmo não informou quais características esse público possui, o que faz não termos certeza se o mercado brasileiro será contemplado com a novidade.

Segundo o site indiano Gadgets 360, o qual disponibilizou uma espécie de relatórios com os conteúdos mais vistos pelos indianos desde quando foi implemetando o novo plano.

Os usuários indianos consumiram tanto séries que estrearam em 2019, séries novas, como as famigeradas e queridinhas “Stranger Things e “La Casa de Papel”  que já são sucessos já consagrados mundialmente.

Desta forma, se torna impossível especular qual seria o comportamento deste público, quais fatores fizeram a Netflix testar primeiramente na Índia para depois levar para outros mercados.

Porém, como dito antes, o Brasil é uma mercado bem atrativo se a plataforma analisar seus dados de consumo via internet, ainda mais se tratando com um valor que poderia chegar ao popular.

Atingindo assim uma parcela de futuros usuários que ainda não desfturam das maravilhas dos serviços streaming.

Apesar de praticamente dona desse nicho, a empresa não pode esquecer que outras concorrentes estão chegando e podem enxergar com outros olhos esta possiblidade de mercado, uma vez que muito conteúdo da Netflix saiu e ainda sairá do seu catálogo para representar o portfólio das suas rivais.

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.