País vai acabar com prazos de validade em alimentos para reduzir desperdício

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Poucas pessoas sabem, mas ter a data de validade passada não quer dizer, necessariamente, que o alimento não pode mais ser consumido. A data de validade representa apenas o período onde o gosto, cheiro, cor, consistência e valor nutricional permanece o mesmo que quando fabricado. Se algumas mudanças mínimas acontecerem nos valores nutricionais, não significa que o produto está estragado.

Pensando nisso o ministro do Alimento e Agricultura da Alemanha, Christian Schmidt, quer acabar com as datas de validade impressas nas embalagens, “Muita comida acaba no lixo, mesmo que ainda seja comestível”, disse o ministro em entrecista ao jornal HuffPost.

Segundo ele na Alemanha 11 milhões de quilos de alimentos são jogados no lixo a cada ano e sua meta é reduzir isso pela metade até 2030. Para isso ele vai investir em inovação, o mistério disponibilizou 10 milhões de euros para o desenvolvimento de “embalagens inteligentes” que exibirão as informações sobre a qualidade dos alimentos e ajudarão a substituir as datas de validade impressas nos pacotes a longo prazo. Um dos projetos muda de verde para vermelho quando o alimento fica ruim para consumo.

Desperdício no Brasil

No Brasil, anualmente, são desperdiçados 41 mil toneladas de alimentos, segundo Viviane Romeiro, coordenadora de Mudanças Climáticas do World Resources Institute (WRI) Brasil, uma instituição de pesquisa internacional. Isso coloca o Brasil, segundo ela, entre os dez países que mais perdem e desperdiçam alimentos no mundo.

O desperdício de comida deve ser evitado ao máximo. É um problema que passa por todas as etapas de produção: plantio, armazenagem, processamento e distribuição de alimentos nos postos de venda. E chega até a mesa do consumidor. Cada cidadão pode contribuir com pequenas mudanças em suas práticas cotidianas. Planejar as compras de alimentos a partir do cardápio planejado para a semana já é um bom começo e nunca jogar comida no lixo, mas procurar reaproveitar as sobras em outras receitas saudáveis. Ou ainda doá-las para quem precisa, contribuindo também no combate à fome e à insegurança alimentar.

E você acha a ideia da Alemanha válida ?

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.