Papa Francisco promete se padrinho do filho de mulher que ia abortar

Em um telefonema para uma mulher grávida, o Papa Francisco prometeu batizar seu filho

0

Receba atualizações em tempo real grátis

Anna Romano, de 35 anos, enviou uma carta ao pontífice, desabafando sobre sua gravidez, ela ficou grávida de um homem casado que a abandonou e a estimulou a abortar, ela resolveu contar sua história ao papa antes de abortar e para sua surpresa na última terça-feira (03/09), o próprio Papa Francisco resolveu interceder pela criança, e ligou para Anna.

“No começo eu pensei que era uma piada, mas, em seguida, ele se referiu à carta, que só o meu melhor amigo e meus pais sabiam ” disse a jovem ao Jornal Telegraph.

O Papa ainda disse que o bebê é um dom de Deus, um sinal da providência e ainda falou que jovem nunca estaria sozinha, alguns minutos de conversa foram suficientes para ela abandonar a ideia de abortar seu filho.

E Anna disse ao Papa que ela temia que nenhum padre iria batizar seu filho ilegítimo, o Papa falou para ela que se ela teve algum problema ele pessoalmente iria assegurar o batismo da criança e ainda disse que ele gostaria de ser o padrinho.

“Ele encheu-me o coração de alegria quando me disse que eu era corajosa e forte pelo meu filho”, recorda. Ela já avisou que se nascer um menino se chamará Francisco, em homenagem ao futuro padrinho.

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

close