in

Por que que devo descartar corretamente o óleo de cozinha?

óleo de cozinha

Tem muita gente que acredita que a recomendação de não despejar óleo no ralo de cozinha são crenças de pessoas mais velhas. Entretanto, os problemas mais  comuns encontrados por uma empresa de desentupidora são os canos entupidos com gorduras.

Mas o problema vai além da manutenção que pode ser resolvido pelo desentupimento de canos. A gordura que desce pelo cano é extremamente prejudicial para o meio ambiente. Continue lendo o nosso blog e entenda mais essa relação!

Cuidados com o descarte incorreto

óleo de cozinha usado

O óleo de cozinha usado em residências, bares e restaurantes acabam sendo jogados no ralo da pia ou mesmo nos vasos sanitários. Todas as formas de descarte apresentadas, são grandes vilões para ter que realizar o desentupimento de esgoto.

Sem contar que, esses métodos de descarte do óleo de cozinha usado, inclusive o de colocá-lo em um recipiente e descartá-lo no lixo orgânico comum, também são meios de contaminação do meio ambiente, poluindo as águas, o solo e até mesmo a atmosfera.

O esgoto contaminado com o descarte do óleo de cozinha usado chega às Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), que realizam a separação da água e iniciam o tratamento para que a água possa ser novamente despejada nos mananciais. No entanto, esse tratamento realizado não é feito com o esgoto total, afinal, são proporções enormes para pouca estrutura de tratamento. Apenas cerca de 68% do total é tratado, ou seja, significa que o óleo acaba chegando aos mananciais aquáticos.

Fora o custo desse tratamento, correspondendo a cerca de 20% do custo com o tratamento do desentupimento de esgoto, de acordo com os dados da Sabesp. Os mesmos estudos mostram números ainda mais alarmantes:1 litro de óleo pode contaminar até 25 mil litros de água.

Mudanças de hábitos

O óleo impregnado nos encanamentos dificulta a passagem das águas pluviais e causa o vazamento e transbordamento de água na rede de esgoto, em consequência de problemas com o esgoto entupido, levando ao mau funcionamento das estações de tratamento e sendo um grande causador de mau cheiros e até mesmo proliferação de bactérias.

Quando o sistema de esgoto chega a esse ponto, a única solução é buscar por uma desentupidora. Mas de nada adiantará realizar a manutenção do sistema se não houver mudanças nos hábitos de descarte de óleo de cozinha. Após utilizar o óleo, deixe esfriar por pelo menos 30 minutos. Com a ajuda de um funil, coloque o material em uma garrafa de plástico e feche bem para evitar vazamentos, odores e insetos. Quando armazenar uma boa quantidade, leve as garrafas a um ponto de coleta.

Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

managed cloud

Saiba tudo sobre o gerenciamento de nuvem

Conheça as vantagens de investir no google ads