in ,

Tim não irá cobrar ligações para o Japão

Por causa das recentes tragédias do Japão, a operadora TIM decidiu não cobrar dos clientes pelas ligações feitas ao país. O benefício, que funciona nos celulares pós e pré-pagos, começa a valer a partir do próximo dia 20 (domingo) e termina no dia 31 de março. Mas para não ter a ligação tarifada, o usuário terá que usar, obrigatoriamente, o código 41 da TIM na chamada DDI.

As ligações feitas a partir do telefone fixo com o código DDI da TIM também terão custo zero.De acordo com a TIM, as ligações para qualquer cidade japonesa serão gratuitas independentemente do tempo de conversa e do horário da ligação. Não é necessário cadastro ou contratação de planos adicionais para usufruir do benefício, o que é muito bom para familiares e amigos de pessoas que moram no Japão.


Telefônica reduz preços

A Telefônica, que viu aumentar em 10 vezes o volume de ligações para o Japão nos últimos dias, também reduziu o valor das chamadas para o país.Agora, a operadora cobra R$ 0,10 o minuto da ligação de fixo para fixo – antes da tragédia, o preço era de R$ 2. Já as ligações para os telefones celulares do Japão foram reduzidas para R$ 0,70 o minuto.

Cuidado

Golpistas exploram usuários montando sites falsos e pedindo doações com a mesma rapidez que as notícias correm pelo mundo digital. Criminosos embarcaram nas tragédias simultâneas do terremoto e da tsunami que abalaram o Japão a uma velocidade recorde, alertam especialistas em segurança. Os golpes variam de links para antivírus e sites de doação falsos aos clássicos enredos que visam explorar a ganância alheia.

Veja mais aqui

Written by Leandro Isola

Criador do Porta Elos, formado em Gestão de TI e pai do João Olavo. É apaixonado livros e boa informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cibercriminosos exploram desastres no Japão nas redes sociais

Novo Domínio XXX. Aprovado para sites pornôs