A

Turista matou 31 estrelas do mar a troco de uma foto e alguma curtidas

8

Receba atualizações em tempo real grátis

Acostumados a tratar como animais que merecem proteção, apenas aqueles de olhos grandes e peludos, que costumam ficar no aconchego do lar de seu dono apenas esperando para ganhar atenção, muitas pessoas se esquecem que existem muitos outros tipos de animais no mundo, cada um com sua característica específica e habitat natural.

A crueldade com os animais atualmente é muito combatida, mas, e quando se trata de animais que não são fofinhos, não são peludos e não lambem a sua cara quando você chega em casa?

Um caso que vem ganhando muita atenção nas redes sociais é a história de uma jovem que ao viajar para a praia, achou que seria bonito, ter uma selfie junto a um coração formado por estrelas-do-mar, por fim, essa turista matou 31 estrelas do mar a troco de uma foto e algumas curtidas.

As estrelas-do-mar são criaturas vivas, sim, são animais que possuem brânquias dérmicas em sua superfície e isso lhe proporciona a respiração, uma estrela do mar fora do seu habitat natural, ou seja, da água, sobrevive entre 3 a 5 minutos antes de ser asfixiada.

Outro caso cruel, é o que acontece na República Dominicana, no passeio à ilha Saona, os turistas podem pagar para moradores tirarem fotos deles segurando estrelas-do-mar.

Como se já não fosse ruim, o ato tornasse pior, isso porque as estrelas-do-mar usadas para a fotografia, são presas durante o dia na água, perdendo assim a sua liberdade, quando o barco com os turistas chegam, e encontrando seu final por puro capricho humano.

Veja em nosso site :

Coalas São Declarados Extintos Funcionalmente, De Tão Poucos Que Tem Na Natureza

10 Fotos De Antes E Depois De Animais Adotados

5 Cuidados Ao Compartilhar Fotos Pelo Whatsapp

Turismo com animais

O turismo com animais é cruel e malicioso, se você já pensou em participar, não faça!

Nenhum animal usado para entreter turistas é bem tratado ou feliz, eles ficam aprisionados suas vidas todas, são ensinados a fazer truques para poder se alimentar ou não receber punições físicas.

O golfinho por exemplo, pode nadar em até 40km/h no mar, mas são presos em piscinas e adestrados para que os turistas possam tirar a tradicional foto beijando o golfinho.

Diga não ao turismo com animais, a crueldade contra animais vai muito além da ação humana contra um gato, cachorro ou pássaro, a falta de informação nos dias atuais já não é mais uma desculpa!

Receba atualizações em tempo real grátis

8 Comentários
  1. Otavio Diz

    Eu sou absolutamente contra o uso de animais para diversão, turismo ou qualquer outra situação que os prive de liberdade e saúde.
    Porém, afirmar que a turista matou as estrelas da foto, sem fornecer fonte segura da informação, é algo tão repugnante quanto o ato dela fazer isso. Seria legal se você indicasse a fonte de informação segura que afirma isso. Ou só viu isso na internet e está propagando?

  2. Ricardo Machado Diz

    Se o caso da idiota com as estrelas do mar aconteceu no Brasil, deveria ser processada com base na lei dos crimes ambientais. Mas como temos um governo de imbecis desmontando a legislação que protege o meio ambiente, vamos vendo este tipo de coisa.

  3. Professor Pasquale Diz

    Marianna, tome cuidado com as vírgulas fora de lugar, conjugação de verbo (tornasse ou torna-se?), gramática em geral e até mesmo as informações apresentadas. Onde foi o caso da turista? Que artigo mal escrito. Credibilidade zero.

  4. Gilson Diz

    Sério? A garota vai ser linchada por uma foto photoshopada!

  5. Mauro Diz

    mimimimimimimimimimimimimimimimimimimi

  6. Renata Diz

    Na Ilha Saona está proibido, estive lá em Julho/18.

  7. Max Diz

    Imagina essa pessoa sendo esquartejada em 31 pedaços e sendo usada para uma bela intervenção artística na praia?

  8. CHAEN Diz

    Gente idiota que gosta de aparecer as custas dos animais… Gente babaca!

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.