Twitter é usado para alertas e avisos no terremoto que abalou o Japão

1

Receba atualizações em tempo real grátis

Publicidade

Um poderoso terremoto de magnitude 8,9 atingiu a costa do Japão nesta sexta-feira. O tremor foi o 7º pior da história, causando falta de energia generalizada, matando ao menos 60 pessoas no país e gerando um tsunami que ameaça países da costa do Oceano Pacífico. A reação no Twitter foi imediata e intensa . Menos de uma hora após o terremoto, com o país sem telefones, o número de tweets vindos de Tóquio foi superior a 1.200 por minuto, de acordo com o Tweet-o-Meter.

Alguns termos que estão na lista dos TTs nesta manhã são : Pacífico, Sendai (uma das cidades mais atingidas) e Marcelo Lagos (geólogo que comentou o terremoto na TV chilena). A maior parte dos posts são de comentários sobre o tremor e a tsunami:

“That #tsunami in Japan is awful. My sincere condolences to all Japanese people. #prayforjapan” (Esta tsunami no Japão é terrível. Minhas sinceras condolências ao povo japonês), escreveu Nick Toursky (@ntoursky).

O fechamento de uma usina nuclear em Fukushima também motivou os usuários a twittarem. Fukushima está em quarto nos TTs mundiais.

“Earthquake causes a nuclear emergency in Fukushima Japan”. (O terremoto gera estado de emergência na usina nuclear em Fukushima, no Japão), postou Maho Kamimura (@maho0425).

Publicidade

Brasileiros

O embaixador do Brasil no Japão, Marcos Galvão, informou na manhã desta sexta-feira,  que não há  informações sobre vítimas brasileiras. Segundo ele, pelo menos 254 mil brasileiros vivem no Japão e há registro de poucos vivendo na área afetada. A maioria dos brasileiros se concentra ao sul da ilha, onde o abalo foi mais leve.

Segundo Galvão, a embaixada está funcionando em esquema de plantão e quem quiser se comunicar pode entrar em contato pelo email: comunidade@brasemb.or.jp .

A embaixada disponibiliza o telefone 00 xx 81 3 3404 5211 para mais informações, mas o embaixador pede para preferencialmente o contato ser feito por e-mail porque as linhas estão congestionadas.
 

Google

O  Google publicou um link para uma versão em japonês de seus People Finder , para ajudar as pessoas a localizar amigos e família que podem estar na região do ocorrido. O website é basicamente um diretório e um mural de recados para as pessoas postarem que elas estão a procura de outras ou se tem noticias de pessoas ou ainda para falar que está tudo bem .

Veja abaixo :




Receba atualizações em tempo real grátis

1 comentário
  1. marianny aguirre Diz

    de verde me duele saber que miles de personas mueren en japom hojala no sigan muriendo ni que siga pasando mas trajedia deverdad les ofresco ayuda que vengan ah venezuela y se refujien solo queda resar y orar para que no pasen mas nada de eso !!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.