in

Foco: Será que podemos aprender a tê-lo?

Publicidade

A resposta para a pergunta do título dessa postagem é: sim, podemos – e devemos ter foco. Uma das lições mais valiosas que aprendi na faculdade foi aprender a focar um objetivo e canalizar as energias gastas até atingi-lo. Sim, é difícil aprender a ter disciplina nos dias de hoje com tantas opções de distração que estão por aí, no mundo. Porém, aprender a ter concentração, traçar uma linha paralela entre a vontade de realizar e o ato de finalizar é algo raro hoje em dia. Como exemplo, pare cinco minutos nesse momento e pense quantas tarefas você decidiu começar, quantos objetivos foram traçados e quantos realmente foram concluídos. Falar para o mundo que “gostaria de fazer algo” é muito simples, mas será que conseguimos concluir tudo aquilo que “gostaríamos de fazer”? Será que você chegou ao final desse pensamento ou pelo menos será que você conseguirá chegar ao fim desse texto?

Hoje em dia temos pessoas excelentes no mercado de trabalho, com um índice altíssimo de conhecimento técnico e que se dispersam facilmente por fatores relativamente adiáveis (certo, eu sei que muitas vezes curtir aquele status do Facebook te faz mais feliz do que, por exemplo, terminar uma tarefa imediatamente), mas quando isso se torna um ato constante, está na hora de você se reavaliar e aprender a ter foco.

Três passos simples podem ser seguidos para que seu objetivo seja alcançado:

Comece desejando alcançar objetivos atingíveis. Não adianta perseguir um objetivo impossível ou difícil de ser alcançado em curto espaço de tempo. Melhorar o inglês, aprender uma linguagem de programação ou conhecer uma tecnologia podem ser alcançados e não precisam de um tempo longo para tal, basta que se tenha vontade e muito foco para atingi-los.

Publicidade

Divida o objetivo final em vários pequenos objetivos. Se você deseja se especializar em uma linguagem de programação, primeiro vá por etapas. Aprenda-a basicamente, utilize-a em projetos simples e depois busque se especializar nela. São objetivos de prazos curtos e alcançáveis, que fazem o projeto final ser alcançado degrau a degrau e de forma consistente.

Vá até o final, apesar das dificuldades. Todo aprendizado requer uma curva que incorpora dificuldade versus o tempo para completa-la. No momento que uma dificuldade aparece, devemos ter consciência que essas barreiras tornarão nosso aprendizado mais consistente, já que depois de superá-los, dificilmente serão esquecidos. Portanto, não interrompa a caminhada até seu objetivo por qualquer dificuldade, saiba administra-lo e tenha em mente que problemas acontecerão.

Repetindo esses três passos podemos alcançar objetivos constantemente, trazendo experiência para nossa vida pessoal e profissional e fazendo com que nos acostumemos a atingir metas e a cumprir tarefas. Um profissional que cumpre tarefas é bem visto no mercado e tem certamente um diferencial em mãos. No final das contas aprenderemos que ter foco e chegar ao final dos planos não é dolorido, o caminho pode ser cansativo (e isso não mata ninguém), mas a recompensa sempre é mais valiosa para nossa vida.

Written by Renato

What do you think?

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Documentário "Pirate Bay" estreia em fevereiro

Internet WiFi lenta, o que pode ser ?