in ,

O perigo do cyberbullying

Publicidade

O termo cyberbullying originou-se da expressão bullying, que é considerado todo ato de violência física ou psicológica, intencional e repetitivo, que ocorre sem motivação evidente, praticado por indivíduo ou grupo, contra uma ou mais pessoas, com o objetivo de intimidá-la ou agredi-la, causando dor e angústia à vítima.

Com as novas tecnologias os métodos usados para o cyberbullying são os mais variados como redes sociais, comunidades, fotoblog, blogs, e-mails, torpedos. Muitas vezes esses ataques são feitos por jovens contra outros jovens (normalmente conhecidos), podendo levar as vítimas a situações altamente incomoda e indesejáveis , denegrindo sua imagem virtual. Quando há envolvimento de adultos passa a ser caracterizado como “ cyber-harassment”(ciber-assédio) ou “cyberstalking” (ciber-perseguição).

Normalmente, cyberbullying não é uma comunicação que acontece apenas uma vez, podendo ter efeitos extremamente traumáticos sobre a vítima, sem falar que em alguns casos não termina nem mesmo quando a vítima deixa a escola. Além disso, pode-se levar em conta o fato de que, o jovem não se sente completamente à vontade para dialogar com os pais sobre um problema que enfrenta na sua vida cibernética. Em decorrência do choque de gerações “nativos digitais” versus “imigrantes”, ou ignorantes “digitais” a tendência é que o jovem se feche no “seu mundo”, sobre o qual os pais pouco entendem.

Publicidade


Dica :

Caso se sinta ofendido com alguma publicação na internet pode-se fazer uma notificação ao prestador de serviço do conteúdo (ex Orkut, Facebook), para que o conteúdo ofensivo possa ser retirado do ar, tomando -se o cuidado de preservar o maior número de provas (‘’print-screen”) pois o dinamismo da internet permite que o conteúdo possa ser mudado de endereço a qualquer momento.
Algumas atitudes podem fazer a diferença e ajudar na prevenção contra grandes transtornos como não autorizar estranhos no seu Orkut, Msn e afins; Remover o sistema de comentário em blogs e fotologs, e nunca revida às agressões.Fazer justiça com o próprio mouse não é tão eficaz quanto parece!

Atenção Pais :

É muito importante que os pais consigam detectar se seus filhos podem ser vítimas ou até mesmo praticantes de cyberbullying, para evitar a reincidência desse tipo de comportamento ou auxiliar o adolescente a lidar com a situação. Monitore o acesso que seus filhos fazem na internet mantendo, por exemplo, o computador em um local da casa de grande circulação.

Written by Tamires

What do you think?

Comments

Comente !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Conheça Rebecca Black a nova sensação do YouTube

Cibercriminosos exploram desastres no Japão nas redes sociais