Reino Unido envia lixo eletrônico ilegalmente para nações Africanas

2

Receba atualizações em tempo real grátis

Uma investigação revelou que britânicos estão enviando lixo eletrônico ilegalmente para nações Africanas. O Reino Unido tem um papel fundamental no comércio ilegal de lixo eletrônico, que tem sido “exportado” para países do Oeste Africano.

Um número gigantesco de aparelhos de televisão quebrados é depositado em um dos líderes de resíduos no Reino Unido, a empresas de reciclagem Environment Waste Controls (EWC), estes aparelhos foram descartados ilegalmente na Nigéria e em Gana por uma empresa terceirizada, de acordo com a Agência Ambiental Internacional (EIA).Reconhecendo os resultados do inquérito, a empresa de reciclagem emitiu uma declaração, condenando o comércio ilegal como “inaceitável” e prometeu não deixar que isso aconteça novamente.

“Temos que instruir todos os nossos empreiteiros que nenhum equipamento eletrônico depositados nas instalações e operado pela EWC deve deixar o Reino Unido até novo aviso”, diz o comunicado.

Mercado negro

Segundo o relatório da EIA, que deverá ser publicado na próxima semana, os resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos do Reino Unido é “regularmente desviado” dos depósitos locais para o mercado negro, antes de terminar em nações pobres do continente Africano.

Sem estar devidamente processado, este lixo eletrônico pode causar impactos perigosos sobre o ambiente, bem como à saúde das pessoas

A Inglaterra

A Inglaterra produz cerca de 15% do lixo eletrônico da União Européia. Pesquisas industriais feitas pelo jornal britânico The Independent estimaram que no mínimo 10 mil toneladas de televisões fora de uso e 23 mil toneladas de computadores estão sendo ilegalmente importadas como parte de um mercado maior, que já soma a quantia de 10 milhões de libra em lucro.

Não é a primeira vez que isso acontece com a Inglaterra, em 2009, foram enviados para o porto de Santos 16 containers carregados de lixo doméstico vindos da Inglaterra. A empresa responsável pela carga violou a Convenção de Basiléia, que proíbe o transporte de resíduos perigosos entre países, conforme estabelece a Resolução nº 23/96 do Conselho Nacional do Meio Ambiente.

Receba atualizações em tempo real grátis

2 Comentários
  1. Pedx Diz

    A pouco tempo mandava balsas cheias de lixo para o Brasil. É assim q eles tratam o resto do mundo: como escória.

  2. Lucas Diz

    Britanico eh foda, fudendo 3 mundo desde o séc xviii

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.